Página Inicial  > Contabilidade e fluxo de caixa
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Contabilidade e fluxo de caixa

Provided by My Own Business, Content Partner for the SME Toolkit

[Voltar ao início]

Etapa 1: Adquira conhecimento

Depoimento
David Lohr
Consultor em computadores
"Aprender sobre contabilidade e assuntos fiscais foram grandes lições para mim."
Transcrição – html
Se começar um negócio, será necessário saber como acompanhar os resultados. Para isso, será necessário fazer um curso para aprender contabilidade e o software utilizado para atender à especificidade de seu negócio. Com esse conhecimento, poderá ter uma conversa fundamentada sobre suas necessidades contabilísticas com os funcionários, bancários e contabilistas.

também deve aprender sobre contabilidade, a fim de avaliar seus concorrentes ou negócios que deseja adquirir (ou ser adquirido). Embora seja possível obter informações sobre as empresas por intermédio de correctores de bolsa de valores ou entrevistas com os principais executivos, a melhor forma de aprender sobre os seus concorrentes bem-sucedidos e sobre empresas públicas é ler os seus relatórios anuais. Precisará entender sobre contabilidade para tirar conclusões fundamentadas. Cursos de contabilidade na universidade local lhe fornecerão grande parte do conhecimento de que necessita.

[Voltar ao início]

Etapa 2: Escolher um contabilista

Deve consultar um contabilista antes de iniciar o seu negócio. Pode ser um CPA (Certified Public Accountant – Contabilista Certificado nos EUA ou Revisor Oficial de Contas em Portugal) que trabalha sozinho ou uma grande empresa de contabilidade que possa oferecer qualificação em muitas áreas (e cujos honorários tendem a ser maiores). Outro tipo de contabilista é um EA ("Enrolled Agent -Profissional registado"). O EA deve passar em um teste de Impostos e tributação administrado pelo Serviço da Receita Federal nos EUA.

No momento, não existe nenhum padrão de certificação nacional para contabilistas como existe para os CPA ou EA nos EUA. Por isso, a melhor opção é pedir referências ao escolher um contabilista. Muitos CPA e EA indicarão pessoas em quem eles confiam para ajudá-lo nas suas necessidades contabilística. Os contabilistas variam desde aqueles que apenas pagam contas ou processam recibos até os contabilistas "formados" que resumem a actividade de escrituração contabilística para o seu CPA ou EA preparar as declarações de impostos sobre o Rendimento.

Por outro lado, se quiser que alguém o aconselhe sobre a organização do negócio e prepare as declarações de imposto sobre o rendimento e sobre a folha de salários , é provável que peça a um CPA ou EA para ajudá-lo. Quanto maior for seu conhecimento sobre a escrituração contabilística de "rotina" e que mesmo pode fazer , melhor, pois poderá contratar um profissional com mais qualificação.

Deverá determinar qual é o programa de software contabilístico que melhor atenderá ao seu negócio e o seu contabilista poderá ajudá-lo na decisão. Algumas boas maneiras para determinar isso incluem:

  • Pergunte a outras pessoas da área – cujo julgamento confia – sobre a experiência deles com o software.
  • Oontabilista também pode ajudá-lo a instalar e treiná-lo para usar aplicactivos de software. Ou pode conhecer alguém que o ajude.
  • Procure anúncios em revistas de negócios e de software e visite stands nas feiras do sector para obter ideias/li>

A contabilidade da folha de salários e a criação de relatórios são cada vez mais complexas. Se tiver funcionários, procure pelos fornecedores de "serviços de contabilidade de folha de salários" em sua área. É possível que o seu contabilista tenha algumas indicações. Essa função complicada pode ser terciarizada a um custo razoável.

Formas de ajuda que o seu contabilista fornece ao lidar com o seu banco:

Mais cedo ou mais tarde poderá precisar de financiamento além de seus investimentos iniciais. É importante estabelecer relações bancárias antes de surgirem as necessidades. O seu contabilista pode:

  • Ajudá-lo a preparar os relatórios de controle de fluxo de caixa que estimam quais serão as necessidades do fluxo de caixa do negócio nos próximos meses.
  • Ajudá-lo a preparar um relatório financeiro pessoal, inclusive um balanço de seus activos e obrigações pessoais juntamente com uma declaração dos rendimentos e despesas mostrando o fluxo de caixa gerado mensalmente. Os bancos normalmente exigem uma garantia pessoal.
  • Ajudá-lo como fonte de apresentação para um banco. Isso pode ser útil porque o seu banco entrou previamente em contacto com o seu contabilista.
  • Ajudá-lo a estruturar melhor o plano de negócios para seu banco.
  • Ajudá-lo a organizar o máximo de informações, inclusive relatórios financeiros de forma ordenada.
Métodos de contabilidade

Antes de começar, precisará decidir a forma de contabilidade a ser utilizada por seu negócio. Há dois tipos principais:

  • Método do regime de caixa: O nome significa isso; reconhece a receita ao receber o dinheiro e as despesas ao receber a factura. A maioria das empresas prestadoras de serviços operam em regime de caixa, pois é muito mais simples de entender e contabilizar.
  • Método do regime de competência : Neste método, compara a receita com as despesas independentemente de o numerário tiver ou não sido colectado. Se vender um produto a um cliente e ele não efectuar o pagamento em 30 dias, a venda estará registada no dia em que foi realizada. Quando a dívida for paga em "contas a receber", ela será transformada em dinheiro. O mesmo com despesas: se realizar uma despesa em um mês, mas não pagar no mês seguinte, ela será reconhecida no mês em que foi efectuada. Se estiver no sector de produção ou lidando com inventários, o serviço de receitas fiscais geralmente exigirá que esteja no regime de competência.

Como manter registos de negócio separados

Até mesmo em uma pequena empresa deve, antes de começar, montar uma conta bancária empresarial, mesmo se for o único proprietário. Será importante manter os seus registos empresariais separados dos registos pessoais. Isto pode fazer com que fique mais fácil para si e seu contabilista organizar os seus registos para o imposto sobre o rendimento quando for necessário. O seu contabilista poder lhe á ajudar a preparar e organizar as contas de sua empresa, inclusive estabelecer a sua conta corrente ou poupança para geir o seu negócio.

Questões de obrigação fiscal:

O Empresário e seu contabilista terão de lidar com várias questões de obrigação fiscal:

  • Impostos sobre o rendimento: Se começar como proprietário único as suas actividades empresariais serão relatadas de acordo com um cronograma anexado ao formulário 1040 da Receita Federal (nos EUA), chamado de Cronograma C. O proprietário, além de pagar o imposto sobre o Rendimento do negócio, irá também pagar a previdência social desse Rendimento. Isso é relatado como um item separado na declaração do imposto sobre o Rendimento. O pagamento para a previdência social poderá ser uma grande surpresa para o novo empresário que não espera pagar quase 15% da receita líquida para a previdência social além do imposto sobre o Rendimento. Funcionar como uma sociedade anónima ou por quotas não retira do sócio a obrigação de pagar imposto autonomamente. O contabilista pode ajudá-lo a organizar o pagamento dos impostos que aliviará a carga de impostos finais, assim como, evitar multas devido ao não pagamento dos impostos durante o negócio.
  • Impostos sobre a folha de salários: Se tiver funcionários, o contabilista poderá ajudá-lo a requerer os números de contribuinte da folha de salários que serão necessários para fazer a declaração do imposto sobre o rendimento. O número de contribuinte é chamado de "NUIT" ou NUIT, que é obtido junto da repartição de finanças ou autoridade tributária. (formulário SS-4 nos EUA). Além disso, existe nos estados impostos municipais e estaduais. Por exemplo, na Califórnia, precisará solicitar um número de identificação estadual para estabelecer uma conta e efectuar o pagamento do imposto estadual que retém dos funcionários, e o valor retido do seguro de invalidez. Também há um imposto de desemprego estadual que tem de pagar. Pode haver outros impostos exclusivos de sua localização.

Concessões

Estimular o desenvolvimento de pequenos negócios. O seu contabilista pode ou não conhecer as concessões, mas esse deve ser um assunto que deve colocar a um possível contabilista antes de contratá-lo. As concessões podem estar disponíveis no:

  • SBA (Small Business Administration, Administração de Pequenos Negócios).
  • A SBA concede empréstimos a empresas, os quais são negociados por meio de bancos.
  • Bancos locais, fundados pelo governo federal
  • Concessões federais disponíveis para contratação de funcionários das classes minoritárias.
  • Organizações comerciais
  • SCORE (Service Corps of Retired Executives, Corporação de Executivos Aposentados), uma organização sem fins-lucractivos, cujo objectivo é ajudar os pequenos negócios a serem bem-sucedidos. SCORE oferece workshops e seminários sobre vários assuntos empresariais e pode lhe dar a oportunidade de conversar com alguém que já esteve na sua situação.

Controles internos

"Controles internos" se referem ao que é necessário na gestão de fundos, em que o dinheiro na forma de moeda, cheques ou cartões de crédito, são trocados por mercadorias ou serviços. O objectivo é assegurar que o negócio receba toda a receita sem que nenhuma seja extraviada por perda, fraude, funcionários desonestos ou por falta de cuidados. Mesmo um negócio que é saudável em todos os outros aspectos podem estar vulnerável a falhas internas devido à falta de controle interno. O contabilista pode ajudá-lo a definir os controles apropriados para seu negócio específico.

Se estiver no sector de produção ou de retalho, precisará instalar uma política e controles de inventário, pois o inventário, assim como o dinheiro, pode desaparecer rapidamente devido à falta de cuidado ou desonestidade de um funcionário. É necessário ter medidas de segurança desde o início no processo definindo controles, como quem pode assinar por bens e serviços e quem controla a liberação de produtos e serviços após a conclusão do processamento.

Provavelmente, agora percebe que no seu processo de selecção para contratar um contabilista, é uma boa ideia ter um com experiência no sector.

Declaração de imposto trimestral

As declarações de imposto trimestral são principalmente a declaração de imposto sobre a folha de salários e sobre vendas. Novas empresas precisam realizar declarações trimestrais do imposto sobre a folha de salários e enviar o dinheiro retido do cheque de seus funcionários e da previdência social do empregador ao governo federal (nos EUA). Da mesma forma, os impostos sobre o rendimento estaduais retidos e os impostos de desemprego estaduais que os funcionários pagam ao estado devem ser contabilizados. Estes são assuntos que precisa conhecer desde o início, de forma que esses impostos sejam pagos no período de tempo adequado e evitar assim a penalização pelos pagamentos atrasados ou não pagamentos das obrigações fiscais.

É muito comum que as novas empresas tenham problemas de dinheiro. E é muito tentador não realizar alguns pagamentos de determinados impostos para economizar dinheiro. No entanto, não deve cair na armadilha de não realizar suas obrigações fiscais, pois as Instituições públicas não são pacientes com os maus pagadores de impostos.

Da mesma forma, o dinheiro do imposto sobre vendas colectado, nos estados que cobram esse tributo, precisa de ser encaminhado para o Estado mensalmente ou trimestralmente, dependendo do volume de vendas. Relatórios trimestrais serão necessários para mostrar quanto arrecadou e que esse dinheiro foi enviado ao Estado na data correcta.

Reconciliação de conta bancária

Sugerimos anteriormente que separasse as contas para facilitar o controle das despesas e da receita da empresa. Essa conta bancária precisa ser reconciliada pelo menos uma vez por mês, quando recebe o extracto bancário. Pode economizar dinheiro ao aprender como fazer isso sozinho e o seu contabilista pode ensiná-lo se não souber como.

A reconciliação consiste em utilizar o saldo de seu talão de cheques e reconciliá-lo ou compará-lo matematicamente com o saldo bancário. Deve levar em consideração qualquer diferença entre os dois saldos devido aos cheques emitidos e que ainda não foram libertados pelo banco. Se este for o caso, o saldo de seu talão de cheques será menor que o do extracto bancário, pois o banco ainda não processou alguns cheques emitidos. Por isso, é muito importante que esses cheques pendentes sejam subtraídos do saldo bancário e o número resultante seja comparado com o número de seu talão de cheques. Quando os dois números corresponderem, dizemos que a conta foi reconciliada.

Política de benefícios aos funcionários

Como contrata funcionários para sua empresa, será necessário decidir:

  • Quantas horas trabalharão.
  • Quais os feriados que eles tem direito.
  • Como poderia ser a sua política de férias.
  • Se optar pela cobertura das despesas médicas do funcionário ou fornecer um plano de saúde, será necessário examinar os tipos de políticas que irá fornecer. Pode ser uma HMO, PPO (what is this??), ou qualquer política de saúde de sua escolha.
  • Qual a política de licença médica a oferecer. pagará aos seus funcionários quando eles estiverem doentes ou este período será considerado uma licença sem remuneração?

Há várias fontes para fornecer ajuda na tomada de decisão sobre esses assuntos. Elas incluem:

  • Converse com o seu contabilista e advogado.
  • Sua própria experiência em determinado sector ajudará a determinar a sua política. O que já funcionou para as empresas similares é provavelmente uma boa opção para que adopte na sua própria empresa, para que seja competitivo com outras empresas do sector.
  • Organizações como SCORE podem ser úteis para determinar as políticas e os procedimentos.

[Voltar ao início]

Etapa 3: Faça a sua própria escrituração contabilística!

Até agora, consultou um contabilista e fez um curso para aprender contabilidade básica. A próxima etapa para saber como a contabilidade e o fluxo de caixa funcionam é fazer a sua própria escrituração contabilística na sua fase inicial. Isso é inestimável, pois à medida que faz a escrituração contabilística e entende os registos envolvidos está numa posição muito melhor para contratar e treinar os funcionários à medida que o negócio cresce. Assim pode devotar mais do seu tempo na gestão do negócio. Se tiver um cônjuge disposto ou um amigo confiável, eles poderão ser inestimáveis para manter a escrituração contabilística. Há um aspecto da escrituração contabilística que pode delegar: folha de salárioss e relatório de folha de salários, que podem ser terciarizados a um custo acessível.

Se fizer parte de uma sociedade, será muito importante conhecer a contabilidade e o que ocorre nas outras áreas do negócio. Lembre-se de que em uma sociedade, todos os sócios têm autoridade para decidir sobre a sociedade. Se um sócio responsável pela contabilidade não faz um bom trabalho, pode afugentar todos os sócios.

As três demonstrações financeiras mais importantes:

  • Balanço

    O Balanço é um demonstrativo da "situação de momento". Pense nisto como um instantâneo. É uma lista de todos os seus activos e responsabilidades e a diferença entre esses dois números é o património líquido de sua empresa. Verá no exemplo que o Balanço é dividido em duas secções principais. A primeira secção corresponde aos "Activos." A segunda são as "Dívidas e o património líquido do proprietário."

    A ordem geral de um Balanço é ir do activo mais líquido para o activo menos líquido. Em outras palavras, nos "activos" vê o cabeçalho"activos circulantes" e o primeiro item é dinheiro, pois o dinheiro é o mais líquido de seus activos. Depois do dinheiro temos as contas a receber representando o dinheiro a receber de seus clientes. Quando recebe o dinheiro, a conta a receber é transformada em dinheiro. Os próximos activos são os "inventários." Já que o inventário não é um activo tão líquido como o dinheiro ou as contas a receber, isso os coloca abaixo deles no seu Balanço . Os activos circulantes a seguir são as propriedades e os equipamentos tipicamente levados a custo.

    Também perceberá a "depreciação" em um Balanço preparado por um contabilista. A depreciação é uma despesa não monetária e não é nada além da tentativa de registar que o valor desses activos diminui com o passar do tempo.

    Um motivo para essa declaração financeira ser chamada de " Balanço " é que os activos sempre são iguais a suas dívidas e património líquido do proprietário. Isto é chamado de escrituração contabilística de partida dobrada, e é o tipo executado em praticamente todas as empresas. O motivo pelo qual a escrituração contabilística de partidas dobradas é o padrão ouro da contabilidade é que ela actua como um controle para assegurar que uma transacção tenha sido registada correctamente. Por exemplo, vamos supor que a sua primeira compra é uma secretária.Tem um bem que é um equipamento de escritório. Se tiver pago em dinheiro, não terá nenhuma dívida, por isso o seu ganho nesta secretária será chamado de património líquido (do outro lado do livro-razão).

    Da mesma forma, outras transacções originarão um aumento nos activos e/ou um aumento nas dívidas ou património líquido. Por exemplo, examinando o nosso exemplo de Balanço nas dívidas correntes (mais uma vez, do mais activo para o mais líquido para o menos líquido) as suas contas a pagar serão o primeiro item listado. Depois disso, há itens chamados "despesas acumuladas a pagar," que geralmente se referem a impostos sobre a folha de salários e sobre vendas que podem não vencer em mais um mês ou dois.

    Também abaixo do passivo circulante estão as dívidas que vencem dentro de um ano. Assim os 12 meses seguintes, de pagamentos dos equipamentos seriam mostrados como um passivo circulante. Depois disso temos dívidas a longo prazo, que são artigos com vencimento posterior ao ano actual.

    Após o total de dívidas temos a secção denominada "património líquido do proprietário" que é a receita do proprietário no negócio. Se considerarmos todos os activos da empresa, MTn37.000, e subtrairmos as dívidas, haverá uma diferença de MTn19.000. Deste valor de MTn19.000, MTn13.000 é da receita anterior e MTn6.000 é da receita obtida durante o actual período contabilístico, desta forma compensando MTn37.000 para os activos e dívidas e do património líquido do proprietário.

    Quando os bancarios olharem para uma demonstração financeira, eles estarão interessados em vários rácios financeiros. Os rácios ajudam a indicar o poder financeiro de um negócio e como o negócio pode controlar o pagamento de empréstimos. Por exemplo, o rácios de liquidez corrente são os activos circulantes divididos pelo passivo circulante. Se os activos circulantes forem menores que os passivos circulantes, teremos um rácio vermelho, pois ele indica o risco de falência durante o ano actual! Vários sectores terão níveis diferentes de rácios . Pode comparar os seus rácios com outros do seu sector para ver como o seu negócio esta. O banco provavelmente será o maior interessado no património líquido do proprietário.

  • A demonstração de resultados (Também chamada de demonstração de lucros e perdas)

    A demonstração de resultados, diferentemente do Balanço , cobre um período, geralmente mensal ou trimestral. Normalmente as contas acumuladas do ano também são apresentadas para mostrar como o negócio está se a comportar durante o ano fiscal. No exemplo mostrado, a demonstração financeira cobre um período de seis meses e mostra a actividade para o mês corrente, assim como o total acumulado dos primeiros cinco meses mais o mês actual, ou por um total de seis meses.

    A demonstração de resultados e o balanço se complementam. Olhe novamente para o balanço e verá salários actuais de MTn6.000. A demonstração de resultados mostra esse mesmo MTn6.000, que foi o lucro dos últimos seis meses.

    A demonstração de resultados mostrará valiosa informação. Verá uma secção para vendas e desdobramento de todas as suas despesas, gerando o lucro líquido do período. Quanto mais actual for a sua demonstração financeira, maior será o seu valor. Se observar uma tendência ruim, poderá agir imediatamente.

    Os programas de computador podem gerar demonstrações financeiras com uma única teclagem, motivo pelo qual precisa ter habilidades computacionais e o software apropriado ao seu negócio.

  • Controle do fluxo de caixa

    Dinheiro é o combustível que impulsiona um negócio da mesma forma que o combustível de um avião a jacto o mantém a voar. Um piloto tem muito cuidado em predizer as exigências de combustível. Deve dar a mesma importância ao controle do fluxo de caixa, pois se em algum momento futuro ficar sem combustível, como o piloto, enfrentará um GRANDE problema.

    O controle do fluxo de caixa é um método simples de projectar as suas necessidades futuras por dinheiro. É uma demonstração de resultados que cobre períodos futuros alterados para mostrar apenas o dinheiro: entrada e saída de dinheiro e qual é o seu saldo de caixa no final dos períodos designados. Esta é uma óptima ferramenta, pois pode prever as suas necessidades futuras por dinheiro antes de as necessidades surgirem.

    No controlo do fluxo de caixa, para cada um dos números de intervalos, faça estimativas conservadoras das suas fontes futuras de dinheiro (ENTRADA) e futuras despesas (SAÍDA). Use valores, baixos e conservadores para a ENTRADA de itens e estimativas altas para a SAÍDA de itens. Para o período inicial (diga um mês), omeçe com o dinheiro que tem no momento. Para fazer isso, adicione itens de ENTRADA e subtrai os itens de SAÍDA, que resultam no dinheiro ao final do mês. O dinheiro ao término do mês se torna o saldo inicial do próximo mês.

    A folha de cálculo anexa de controle do fluxo de caixa mostra que o dinheiro ao término do mês deste primeiro período se torna o saldo inicial do segundo período. O dinheiro ao término do mês do segundo período se torna o saldo inicial do terceiro período e assim por diante. A sua projecção deve ser feita para os próximos 12 meses. A projecção será uma ferramenta útil para conseguir financiamento antes de sua necessidade, ao mostrar ao seu financiador que é sofisticado o suficiente ao prever dinheiro antecipadamente a fim de manter a liquidez.

    Deve usar esse simples formato de fluxo de caixa para constituir a sua própria projecção de fluxo de caixa para o negócio que tem em mente. É tão simples e tão útil.

A dua contabilidade e a lista de pendências do fluxo de caixa:
  • Prepare as demonstrações financeiras frequentes; pelo menos mensalmente ou até mesmo semanalmente/li>
  • Controle os percentuais de demonstração de resultados chave. Se estiver no sector de produção, ao sua percentagem de custo sobre as mercadorias vendidas deve ser relativamente a mesma dos concorrentes de seu sector.
  • Compare a sua demonstração de resultados com períodos anteriores.
  • Para começar, não precisará de demonstrações financeiras certificadas. Contabilistas tem três níveis de demonstrações: certificado, revisado e compilado. Para a maioria dos iniciantes, o tipo compilado funcionará, ou seja, o contabilista prepara a demonstração financeira com uma carta dizendo que os números são baseados nas informações que forneceu.
  • Desde o princípio, mantenha controles internos bons. Aprenda com as práticas usadas na sua indústria para prevenir desonestidade e diminuição. A diminuição inclui furtos em lojas e outros tipos de roubos, que resultam no "encolhimento" de seu inventário.
  • Não delegue a autoridade para assinar cheques ou ordens de compra.
  • Não use o dinheiro que reteve dos impostos sobre a folha de salários ou impostos sobre vendas para outros propósitos. Será um consignatário de fundos da Receita Federal, Administração da Previdência Social e sua autoridade de impostos sobre vendas estadual. Um "provedor de serviço de folha de salários" pode ser usado para administrar estas responsabilidades.
  • Lembre-se de que liquidez não é o mesmo que fazer dinheiro. pode ter lucro e ainda pode falir devido a falta de dinheiro. Aprenda e pratique o controle do fluxo de caixa.
  • Olhe para frente e escreva a lista com as projecções das exigências financeiras, inclusive premissas, equipamento, equipa e capital circulante.
  • Organize um bom financiamento bem antes de surgirem as suas necessidades.

[Voltar ao início]

Plano de Negócios para Secção 7: Contabilidade e fluxo de caixa

Nós recomendamos energicamente que baixe o modelo do plano de negócios individual para esta sessão Documento 7 do modelo do plano de negócios e o preencha agora.

Sessão 7: Contabilidade e fluxo de caixa
Arquivo do Microsoft Word MS Word

Instruções para preencher o modelo do plano de negócios:

  1. Cada caixa tem um título permanente em LETRAS MAIÚSCULAS
  2. Abaixo de cada título, há uma frase que começa com a frase "Inserir aqui...". Isto indicará as informações a serem inseridas. As caixas aumentarão à medida que ocupa mais espaço, por isso, use todo o espaço necessário.
  3. Depois de preencher as caixas, exclua a frase "Inserir aqui", deixando apenas o título permanente da caixa e as informações que preencheu.

Sugerimos que preencha cada secção do plano de negócios
no decorrer do curso.

O modelo para todas as sessões 1 a 12 também pode ser baixado em seu computador como um documento único:

Secção 1-12: Tudo
Arquivo do Microsoft Word MS Word

Inclua dados de pesquisa suficientes e materiais de ilustração. Torne-o mais interessante usando dados de segundo plano, sua biografia, tabelas, dados demográficos e pesquisa. Quando seu plano de negócios é concluído, imprima e junte as 12 secções.

Muitos outros formatos de planos de negócios estão disponíveis em bibliotecas, livrarias e produtos de software.

[Voltar ao início]

SEÇAO 7 Questionário: Contabilidade e fluxo de caixa
  1. Qual das seguintes declarações é FALSA:
    1. Um balancete consiste em informações financeiras em um momento específico.
    2. A declaração do imposto de renda consiste em informações financeiras em um período específico.
    3. Um activo circulante é uma dívida que vence em seis meses.
    4. O património líquido do proprietário é igual aos activos menos as dívidas.
  1. O primeiro número que seu banqueiro provavelmente observará na declaração financeira será:
    1. O património líquido do proprietário
    2. O índice de liquidez corrente
    3. Os ganhos atuais
    4. Projecção do fluxo de caixa
  1. Como empresa recém-criada, é melhor mesmo preencher os cheques da folha de salários, gerir a contabilidade da folha de salários e preparar os relatórios.
    1. Verdadeiro
    2. Falso
  1. Se planea ter um negócio que exija inventário ou ainda se pretende fabricar produtos, a Direcção Nacional de Impostos e Auditoria ou Ministério das Finanças geralmente exige que utilize:
    1. O método de caixa
    2. O método do regime de competência
  1. Qual é o melhor lugar para encontrar informações financeiras (e outras) sobre os maiores concorrentes s que terá que enfrentar?
    1. Um corretor de bolsa de valores profissional
    2. Relatórios anuais para os accionistas
    3. Entrevistas com os principais executivos
  1. Qual das despesas a seguir é uma despesa não monetária?
    1. Prémios do seguro
    2. Juros sobre empréstimos
    3. Depreciação
    4. Impostos pagos
  1. No regime contabilístico de caixa, confronta a receita com as despesas, independentemente de quando o dinheiro foi ou não colectado.
    1. Verdadeiro
    2. Falso
  1. Quando tiver preparado a sua projecção do fluxo de caixa, qual dos seguintes cenários será o melhor caminho a seguir:
    1. Mudar (modificar) os números a cada doze meses.
    2. Tentar ao máximo alterar a sua estratégia à medida que avança, para os números na sua sua projecção manterem a liquidez.
  1. Na sua projecção de fluxo de caixa, cada período analisado incluirá: O caixa inicial, as vendas a dinheiro, mais outras fontes de dinheiro, menos os custos de venda, menos todas as outras despesas em dinheiro será igual ao caixa final.
    1. Verdadeiro
    2. Falso
  1. No seu plano de negócio, a projecção do fluxo de caixa de um ano indica que, depois de seis meses, ficará MTn50.000 negativos devido às contas a receber ultrapassarem a a suareceita . Tem de:
    1. Quando esse momento chegar, solicitar aos seus fornecedores condições de pagamento maiores para manter a liquidez.
    2. Reduza os preços para gerar dinheiro e inverter a condição de caixa negativo.
    3. Estar com o financiamento em ordem antes de começar, seja de fornecedores, financiadores ou de sua sogra a fim de obter dinheiro para esta condição de antecipação do futuro.
    4. Se enfrentar um fluxo de caixa negativo em virtude dos clientes pagarem mal, atrase proporcionalmente os pagamentos aos seus fornecedores.
    5. Se e quando a condição realmente surgir, marque uma reunião com seu banco, mostre o seu problema de fluxo de caixa e procure outras opções de financiamento.

Vá para a sessão 8: Como financiar o seu negócio

Copyright © 1993, 1997-2016, My Own Business, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres