Página Inicial  > Assistência aos Idosos
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Assistência aos Idosos

Provided by Visa, Content Partner for the SME Toolkit


A assistência aos idosos é um desafio e pode ser problemático se não lhe for dada a devida atenção. Os factores a considerar incluem a escolha entre cuidados profissionais e o apoio domiciliário, bem como uma série de questões financeiras e jurídicas.

Assistência de Longa Duração
Para aqueles que já não têm autonomia, a assistência de longa duração é um termo amplo para muitas opções diferentes, incluindo casas de repouso e cuidados domiciliários. A assistência a longo prazo pode ser extremamente cara. A prescrição de medicamentos, honorários e outros custos podem subir rapidamente. Mas os prémios de seguros também podem ser bastante caros. Decida que tipo de assistência pretende, procure saber o custo não segurado dessa assistência e compare-o com o prémio de seguro correspondente. Isso irá ajudá-lo a determinar o tipo de cobertura ideal para si.

A assistência de longa duração consiste geralmente numa combinação de cuidados especializados, cuidados intermediários e cuidados domiciliares. A assistência especializada é o serviço mais caro e que compreende uma assistência contínua por uma enfermeira qualificada com a estreita supervisão de um médico. A assistência intermediária é menos intensa e inclui cuidados de enfermagem ocasionais e de reabilitação, sob a supervisão de pessoal médico. A assistência domiciliar inclui cuidados ao domicílio. Responde às necessidades básicas e não relativas à saúde de um paciente, tais como cozinhar, dar banho e outras necessidades do quotidiano.

Selecção de uma Seguradora
O seguro de assistência a longo prazo está a tornar-se cada vez mais popular como forma de aliviar o esforço financeiro que a assistência a longo prazo pode impor. A comparação de seguros de assistência a longo prazo é importante porque todas as políticas são diferentes e terá de encontrar uma política que responda às suas necessidades e orçamento.

Com a grande variedade de serviços disponíveis, escolher a seguradora adequada pode ser difícil. Há algumas questões, no entanto, que o ajudarão a decidir.

  • Como é que os benefícios são pagos? São enviados directamente para a seguradora ou o cliente tem que pagar as despesas e depois é reembolsado?
  • Quem determina se o paciente precisa de assistência ao domicílio ou cuidados de enfermagem especializada em casa?
  • Qual o nível de assistência que a política prevê?
  • Qual é o período de espera desde o início do serviço até ao pagamento dos benefícios?
  • Será que a apólice cobre a doença de Alzheimer e doenças relacionadas?

Aspectos jurídicos da Assistência aos Idosos
Ao assumir a assistência a um parente idoso, deve cumprir uma série de formalidades e requisitos legais. Estes devem ser cumpridos o mais rapidamente possível e, se a pessoa que a quem vai dar assistência o puder ajudar, o processo será mais rápido. Tenha em mente que, ao preencher esses requisitos, está, na verdade, a ceder parte da sua vida. Este tipo de responsabilidade só deve ser atribuído a um amigo íntimo ou familiar sem conflitos com o paciente.

  • Carta de Instrução Uma carta de instrução fornece importantes informações e instruções que um cuidador pode precisar. A carta inclui as informações sobre o contacto dos familiares mais íntimos e amigos, uma lista de activos e encargos, uma lista das apólices de seguro e informações sobre todas as contas bancárias.
  • Testamento O testamento designa quem receberá os principais activos depois da morte de uma pessoa. Também inclui a tutela dos filhos menores de 18 anos. Os itens menores, tais como os bens familiares, mobília e outros bens de consumo devem ser abordados numa carta testamentária à parte. Essa carta deve ser referenciada no testamento.
  • Procurações Se as pessoas sob os seus cuidados forem incapazes de tomar decisões por si próprias, por incapacidade, o senhor terá de ter uma procuração para tomar essas decisões em seu nome. Obviamente que essas procurações terão de ser criadas antes de serem efectivamente necessárias. Existem dois tipos principais de procurações:
    • Uma procuração durável confere à uma pessoa, ou pessoas, autoridade para administrar as finanças e outros assuntos jurídicos se a pessoa objecto da assistência não for capaz de o fazer. Pode ser a longo ou a curto prazo e permite que a parte que detém a procuração use o dinheiro para prestar cuidados, fazer declarações de rendimento, gerir os investimentos e outros assuntos importantes.
    • Uma procuração de cuidados de saúde permite que a pessoa designada tome decisões de saúde se a pessoa objecto dos cuidados for incapaz de as tomar em bom juízo. Por exemplo, a pessoa que detém a procuração pode negar uma operação cirúrgica perigosa se achar que é no melhor interesse do paciente.
  • Testamento em Vida Um testamento em vida é uma declaração clara sobre os desejos de alguém em matéria de suportes artificiais de vida. Se o cérebro de uma pessoa estiver morto mas o corpo continuar a funcionar apenas com a ajuda de sistemas de suporte de vida, um testamento em vida orienta os cuidadores directos sobre a decisão a tomar – para manter as máquinas em funcionamento ou desligá-las.

Copyright ©2016 Visa Inc. All Rights Reserved.

 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (1) Total  
  • Actualmente 5.0/5 Estrelas.
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres
What Others Are Saying
Classificar por
View
  • Actualmente 5.0/5 Estrelas.
Obreira Felicidade Frechaut  |  July 06, 2015