Página Inicial  > Rwanda - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Rwanda - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Kigali
Área:: 26 km2
População total:: 11.056
Taxa de crescimento anual:: 2.83%
Densidade:: 394.63/km2
População urbana:: 18%
População de Kigali (600), Gitarama (85), Butare (80), Ruhengeri (70), Gisenyi (70)
Língua oficial: Kinyarwanda, inglês, francês  
Outras línguas faladas: Kiswahili
Língua de negócios: Inglês  
Origens étnicas:: Hutu (Bantu) 84%, Tutsi (Hamitas) 15%, Twa (Pigmeus) 1%.
Crenças: Católica romana 56,5%, protestante 26%, adventista 11,1%, muçulmana 4,6%, indígenas 0,1%, nenhuma 1,7%.  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +250
Sufixo da Internet:: .rw
Tipo de governo::
  República Democrática.  
Tipo de economia::
Economia de rendimento baixo
  Uma economia dominada por actividades agrícolas.  

Panorama Económico

  O país registou uma taxa de crescimento relativamente alta em 2009, devido a uma política fiscal expansionista orientada para a reducao da pobreza e investimentos na educação e infra-estruturas. Este conjunto de medidas foi implementado pelo governo do presidente Paul Kagame. Para além disso, condicoes de segurança melhoradas e baixos níveis de corrupto têm contribuído para o crescimento do país, que tem também gozado de boas condicoes climáticas, com o esperado impacto positivo na agricultura. No entanto, a gesto inadequada do solo fértil, a escassez de energia e a instabilidade política de países vizinhos, bem como a  falta de meios de comunicação adequados com os países vizinhos, constituem  barreiras ao crescimento económico do Ruanda.  

 

A economia deste país, com poucos recursos naturais e um sector industrial subdesenvolvido (menos do que 15% da receita nacional),  baseada na agricultura (mais de um terço do PIB), que emprega 90% da população. A principal fonte de rendimento a exportacao de café e chá. O sector dos serviços representa  metade da riqueza ruandesa.

Panorama Geral do Comércio Externo

  O Ruanda está aberto ao comércio. Na verdade, a política económica tem como objectivo um aumento das exportações em relação s importações para estimular a economia; tendo em vista o  desenvolvimento da indústria e, particularmente, do sector terciário.  

 

Os direitos aduaneiros e outras obrigações são relativamente baixos (média 14,4%). Um ambiente geopolítico instável e uma população activa no instruída são os principais obstáculos  economia ruandesa.

As importações do país são muito superiores s exportações, o que resultou num défice comercial em 2008 e 2009; uma tendência que, segundo se prevê, se manter durante os próximos anos.

Os principais parceiros comerciais do Ruanda são os países membros da EAC (Comunidade da África Oriental), a União Europeia e os Emirados árabes Unidos.

IDE

  Embora o IDE tenha aumentado em 2008, o Ruanda ainda no conseguiu atrair um bom investimento estrangeiro. Estima-se que o fluxo de IDE diminuir em 2009 e nos próximos anos, devido deterioração da   situação política na vizinha República Democrática do Congo, que influenciou toda a região dos Grandes Lagos.  

 

O nível baixo do capital humano, a fraca qualidade das infra-estruturas, o isolamento do país, os altos custos de operação e a  escassez de recursos naturais são factores que afectam a potencial atraco do país.

Os investimentos estrangeiros vão para o café, o chá e o estanho. A Indonésia, a China e a  Alemanha são os principais países investidores.

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres