Página Inicial  > Germany - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Germany - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Berlim
Área:: 357 km2
População total:: 82.283
Taxa de crescimento anual:: -0.13%
Densidade:: 235.88/km2
População urbana:: 74%
População de Berlim (4.275), Estugarda (2.650), Hamburgo (2.575), Munique (1.980), Frankfurt (1.930)
Língua oficial: Alemão.  
Outras línguas faladas: A maioria dos Alemães possui um bom conhecimento de inglês. Alguns deles falam francês. Além disso, apesar de ser menos frequente, também falado o italiano, o espanhol e o russo.  
Língua de negócios: As línguas comerciais são o alemão e o inglês.  
Origens étnicas:: Cerca de um habitante em cada cinco (18,4%) tem razões estrangeiras. A 31 de Dezembro de 2007, os estrangeiros residentes na Alemanha provinham dos seguintes países: Turquia (1713551), Itália (528318), Polónia (384808), Sérvia-Montenegro (330608), Grécia (294891), Croácia (225309), Rússia (187835).  
Crenças: Cristãos 62,5% (Católicos 31,4%, Protestantes 31,1%), Muçulmanos 4%, Judeus 0,2%.  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +49
Sufixo da Internet:: .de
Tipo de governo::
  A Alemanha tem 16 Estados ou províncias, com governos e legislaturas locais que gozam de uma considerável descentralização em relação ao governo federal.  
Tipo de economia::
Economia de alto rendimento, membro da OCDE, membro do G8
  A principal potência europeia; o segundo maior exportador mundial.  

Panorama Económico

  A Alemanha a principal economia da Europa. Nos últimos anos, o seu desempenho no tem sido dinâmico devido vulnerabilidade do país aos choques do exterior, aos problemas estruturais internos e só constantes dificuldades de integração da antiga parte comunista de leste. Tal como os seus vizinhos europeus, a Alemanha foi afectada pela crise financeira internacional e o seu sistema bancário esteve em perigo. Em finais de 2008, foi aprovado um plano de 480 mil milhões de euros para apoiar os bancos, de modo a reprimir os efeitos da crise. De facto, o país esteve oficialmente em recesso durante o último trimestre de 2008.  

Principais Indústrias

  O sector da agricultura alemão contribui com cerca de 1% do PIB e emprega cerca de 2,5% da população activa. O sector tem beneficiado em larga medida dos subsídios estatais. Os principais produtos agrícolas são o leite, a carne de porco e a pecuária, a beterraba doce e os cereais. Os consumidores preferem a agricultura orgânica. O país atravessa um processo de desindustrialização do sector alimentar.   

O contributo do sector industrial para o PIB caiu dos 51% em 1970 para os cerca de 29% hoje em dia. Porém, a economia alem possui ainda alguns sectores especializados, como a engenharia mecânica, o equipamento eléctrico e electrónico, os produtos automóveis e os produtos químicos. A indústria automóvel um dos maiores sectores industriais do país, sendo este o terceiro maior exportador mundial de carros. No obstante, a crise afectou a indústria alem, especialmente no sector automóvel, bem como no equipamento, com uma redução nas encomendas e a implementação de planos de desemprego parcial.

O sector terciário contribui com cerca de 70% do PIB. O modelo da economia alem assenta principalmente numa densa rede de PME; h mais de 3 milhões de PME a empregar cerca de 70% dos trabalhadores assalariados.

Panorama Geral do Comércio Externo

  Com as exportações a representarem cerca de 40% do PIB e uma balança comercial excedentária, a Alemanha líder nas exportações. O conjunto da União Europeia o seu principal parceiro comercial: 47,8% das importações alemãs e 53,1% das suas exportações são efectuadas com os 15 membros originais da UE e 9,8% das importações e 9,3% das exportações são efectuadas com os novos Estados-membros.  

Neste contexto, embora as exportações representem uma grande parte da economia do país, a crise afectou fortemente a balança comercial do país, com um défice no final de 2008 e durante o ano de 2009.

IDE

  A Alemanha um país atractivo para o investimento directo estrangeiro. Porém, o país poder receber menos IDE nos próximos anos devido crise financeira global. Os pontos fortes do país são: um tecido do sector industrial que denso e poderoso; uma mo-de-obra qualificada que revela um bom domínio da língua inglesa; bem como uma localização geográfica no centro da Europa.  A maior fraqueza da Alemanha a sua elevada carga fiscal (quer das pessoas singulares quer das empresas).
  Mesmo tendo a crise financeira afectado o país e em particular as exportações, a Alemanha permanece um dos países mais atractivos da Europa, em termos de investimentos alcançados.  
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres