Página Inicial  > Finland - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Finland - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Helsnquia
Área:: 338 km2
População total:: 5.255
Taxa de crescimento anual:: 0.43%
Densidade:: 17.36/km2
População urbana:: 63%
População de Helsnquia (1.100), Tampere (300), Turku (250), Oulu (170), Lahti (110)
Língua oficial: As línguas oficiais so o finlandês e o sueco. O finlandês falado por 92% da população e o sueco por 5,5%. .  
Outras línguas faladas: O sami (lapo) a lngua materna de aproximadamente 1.700 pessoas na Lapónia.  
Língua de negócios: O inglês a língua dos negócios. O nível de conhecimentos de inglês dos finlandeses muito bom em todo o país.  
Origens étnicas:: Finlandeses: 93,4%; suecos: 5,7%; russos: 0,4%; estónios: 0,2%; ciganos: 0,2%; lapes: 0,1%  
Crenças: Igreja Luterana da Finlândia: 84,2%; Igreja Ortodoxa: 1,1%; outras religies cristãs: 1,1%; outras religies: 0,1%; sem religião: 13,5%.  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +358
Sufixo da Internet:: .fi
Tipo de governo::
  República; democracia.  
Tipo de economia::
Economia de elevado rendimento; membro da OCDE
Um pas muito competitivo, na vanguarda do sector das novas tecnologias.

Panorama Económico

  Sendo muitas vezes utilizada como exemplo pelo seu desempenho económico e pela sua competitividade e êxitos inovadores, a Finlândia um dos países da Zona Euro mais atingidos pela crise. Em 2008, a taxa de crescimento do PIB abrandou significativamente, alcançando um valor bem abaixo da estimativa de 2,7%. O produto nacional bruto baixou consideravelmente no segundo trimestre de 2009 em comparação com o período homólogo de 2008 e o país entrou em recesso. Paralelamente, a taxa de desemprego aumentou consideravelmente, alcançando actualmente os 9%. Por outro lado, a inflação permaneceu sob controlo.
  No final de 2008, o aumento anual dos preços ao consumidor excedeu a marca dos 2% pela primeira vez em cinco anos. Cerca de metade deste aumento global provêm de custos de habitação acrescidos e de taxas de juro mais altas. Estima-se que o orçamento do Governo apresente um PIB com um défice de 3% relativamente aos exercícios de 2009 e 2010.  

Principais Indústrias

  A agricultura representa menos de 3% do PNB finlandês actual. Devido ao clima, o desenvolvimento agrícola limitado manutenção de um determinado nível de auto-suficiência em termos de produtos básicos.  A adesão da Finlândia UE acelerou ainda mais o processo de reestruturação e reducao do peso deste sector.
  Um dos sectores económicos fundamentais da Finlândia o sector produtivo, englobando itens como a l e os metais, bem como a engenharia, as telecomunicações, a indústria da electrónica e, especialmente, a silvicultura. Na verdade, as indústrias da madeira e do fabrico de papel estão muito desenvolvidas e representam a espinha dorsal das exportações finlandesas. Estas são o segundo sector de actividade mais importante da população rural. No entanto, o sector produtivo abrandou significativamente o seu crescimento, especialmente devido diminuição da procura no sector do papel (jornais e revistas) causada pela crise económica mundial.
  O sector das telecomunicações representa também uma parte importante da actividade industrial do país graças Nokia, o principal fabricante mundial de telemóveis, que contribui para uma parte significativa das exportações do país.  

Panorama Geral do Comércio Externo

  A Finlândia um país altamente industrializado, cuja economia depende fortemente das exportações (40% do PNB). Em 2007, os países da UE foram responsáveis pela maioria das exportações e importações finlandesas. Em 2008, a Finlândia foi afectada pela crise financeira, a qual perturbou a respectiva balança comercial, um facto que no impediu o país de apresentar um saldo comercial positivo nesse ano. No entanto, a balança comercial tornou-se deficitária em 2009, apesar de dever regressar a um saldo positivo em 2010.  

As políticas implementadas entre 1996 e 2000 (privatizações, descentralização, reforma do mercado laboral, etc.) resultaram em melhorias significativas no sector público e conduziram o país a uma das melhores posições de desempenho em termos de crescimento na União Europeia. Estes bons resultados tornam o mercado finlandês mais atractivo para os exportadores. Além disso, o aumento do poder de compra dos consumidores finlandeses impulsionou as importações finlandesas. No entanto, considerando a situação económica actual, os consumidores poderão voltar a optar por produtos estrangeiros mais baratos, um facto que iria contribuir para a deterioração da balança comercial do país.

IDE

  O afluxo de IDE na Finlândia diminuiu em 2009, uma tendência que se espera continuar em 2010 devido terrível situação económica internacional.
  O país ocupa actualmente o 38. lugar a nível mundial em termos de IDE, encontrando-se no 24. lugar relativamente ao IDE acumulado.
  Para obter mais informações, consulte o sítio de internet Invest in Finland.
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres