Página Inicial  > Norway - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Norway - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Oslo
Área:: 324 km2
População total:: 4.676
Taxa de crescimento anual:: 1.03%
Densidade:: 15.48/km2
População urbana:: 77%
População de Oslo (560), Bergen (250), Trondheim (165), Stravanger (120), Baerum (110)
Língua oficial: Praticamente todos os Noruegueses falam norueguês, a língua oficial. Há duas formas do norueguês escrito: Bokml (dano-norueguês) e Nynorsk (novo-norueguês). Bokml a mais comum das duas. Em alguns distritos, o Sami (falado pela minoria Sami) também uma língua oficial.  
Outras línguas faladas: Língua oficial: Norueguês
  Línguas de negócios: Norueguês e inglês.  
Língua de negócios: A maior parte dos Noruegueses fala pelo menos algum inglês. Os empresários falam inglês fluentemente.  
Origens étnicas:: Noruegueses 94,4 % (incluem os Sami, cerca de 60.000 pessoas), outros Europeus 3,6 %, outros 2 %
Crenças: Protestantes 87,5%, Pentecostes 1%, Católicos Romanos 1%, outros Cristãos 2,4%, Muçulmanos 1,8%, outros 8,1%.  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +47
Sufixo da Internet:: .no
Tipo de governo::
Monarquia constitucional assente numa democracia parlamentar.
Tipo de economia::
Economia de alto rendimento, membro da OCDE
  Melhor índice de qualidade de vida do mundo; em grande medida devido ás exportações de petróleo, a economia altamente dependente das receitas geradas pela exploração petrolífera.  

Panorama Económico

  A Noruega tem o segundo maior PNB per capita do mundo. O país está também em segundo lugar no índice de Desenvolvimento Humano do PNUD. A Noruega foi afectada pela recesso económica internacional. Na verdade, apesar de se ter mantido positivo em 2008, o crescimento abrandou. O crescimento foi negativo em 2009 e esta tendência deve manter-se até 2010. Em termos de paridade do poder de compra, o PNB per capita alcançou os USD 55.600. A Noruega deve manter um excedente significativo na conta corrente (cerca de 17% do PNB). A inflação tem sido baixa nos últimos anos e deve manter-se assim nos próximos anos. O orçamento nacional está fortemente excedentário e a taxa de desemprego continua baixa.  

A Noruega foi fortemente afectada pela recesso económica global, embora a queda da produção tenha sido menos acentuada do que noutros países. O sector de exportação foi fortemente atingido e a procura nacional, especialmente o investimento, sofreu uma rápida contracção. As autoridades reagiram imediatamente ás dificuldades do mercado de capital com diversas medidas destinadas a restabelecer o desempenho normal dos mercados de crédito e a estimular a produção.

Embora a Noruega no faça parte da União Europeia, o país participa no mercado nico através do acordo do EEE (Espaço Económico Europeu). O país tem uma economia mista, a qual depende tanto do mercado como do Estado. O Estado o accionista maioritário na produção petrolífera, energia hidroeléctrica e alumínio. Globalmente, o governo controla 30% das empresas de capital aberto.

Embora haja variações de acordo com os preços do petróleo, a economia norueguesa muita sólida e tem perspectivas positivas.

Principais Indústrias

  A agricultura contribui com cerca de 2% do PNB. A Noruega um dos maiores exportadores de peixe do mundo, sendo a pesca uma importante actividade para o país. Os subsídios do governo agricultura so consideráveis.  

 

A indústria na Noruega tem sido tradicionalmente baseada nos recursos naturais do país e na abundante energia hidroeléctrica. A Noruega um país rico em recursos naturais, como o petróleo, gás, energia hidráulica, florestas e minerais. A produção petrolífera domina a economia, representando quase um quarto do PNB. A produção média de petróleo bruto em 2006 foi de 2,8 milhões de barris por dia. A Noruega também um importante produtor e exportador de gás natural. Há um consenso entre os partidos políticos de economizar as receitas de petróleo e de gás para as gerações futuras, ao ponto de que a Noruega tem um dos maiores fundos soberanos do mundo. A construo naval, os metais, a polpa e o papel, as indústrias de produtos químicos, maquinaria e equipamento eléctrico são as principais indústrias transformadoras da Noruega. A Noruega tem uma das maiores e mais modernas frotas do mundo.

O sector dos serviços está altamente desenvolvido e representa mais de três quartos do PNB. A actividade económica nacional forte.

Panorama Geral do Comércio Externo

  A nível internacional, a Noruega tem uma economia avançada. A Noruega exporta tradicionalmente produtos de alta intensidade energética e importa produtos de alta intensidade tecnológica. Os seus principais parceiros comerciais são os países da União Europeia.  

 

O país um dos maiores exportadores petrolíferos do mundo. As exportações de petróleo e de gás representam quase 70% das exportações do país. A Noruega o maior fornecedor de gás natural do mercado energético da Europa Ocidental. O excedente comercial global considerável. Este país escandinavo também o maior exportador do mundo de peixe. Exporta nomeadamente salmo, o qual representa um terão das exportações de todos os peixes. A nível global, a Noruega ocupa o 30 lugar entre os maiores exportadores do mundo. Os produtos industriais (navios, plataformas petrolíferas, etc.) constituem cerca de 10% do total das exportações.

As receitas de fretes provenientes do tráfego marítimo estrangeiro representam cerca de 45% das exportações nos sectores dos serviços, finanças e serviços empresariais. A Noruega importa primordialmente produtos acabados (maquinaria, comunicações e tecnologias de informação), os quais representam 40% do total das importações.

O país apresentou uma balança comercial excedentária em 2008, uma tendência que deve continuar nos próximos anos.

IDE

  A Noruega encoraja o investimento estrangeiro e o ambiente de investimento muito positivo. Embora os fluxos de investimento estrangeiro tenham aumentado em 2006, a Noruega atrai cada vez menos IDE devido crise económica internacional. Outra razão importante para esta redução da atraco o facto de que o governo detém uma participação significativa na indústria petrolífera. Apesar disto, companhias petrolíferas americanas e holandesas fizeram investimentos significativos na Noruega (Exxon-Mobil, Texaco, Royal Dutch Shell). As indústrias mais atractivas para o IDE são a petrolífera, gás, transformadora e sectores do retalho e bancário.
  Em geral, os países com maiores investimentos na Noruega são a Suécia, os Estados Unidos, a Dinamarca, a Holanda e o Reino Unido.  
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres