Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Saudi Arabia - Comprar e vender

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Atrair a Atenção dos Consumidores

Oportunidades de Marketing

Comportamento do consumidor: O preço relativamente importante na tomada de decisão de compra. Geralmente, os sauditas gostam de comparar antes de comprar.
  O serviço pós-venda torna-se um elemento importante no desenvolvimento da fidelidade do cliente. O consumidor do país evoluiu, desde o comprador passivo, que dependia em grande medida das opiniões dos outros antes de comprar um produto, até ao consumidor participante e mais activo que quer o melhor.  
Perfil do consumidor: Os consumidores sauditas estão a ficar cada vez mais bem informados e sofisticados. Nem sempre são fiéis s marcas. O consumidor típico jovem e grande gastador. O país tem um rendimento per capita elevado e uma economia orientada para o mercado.  
Principais agências publicitárias:

Rede de Distribuição

Evolução do sector:

A Arábia Saudita o maior mercado consumidor nos países do CCG, caracterizado pelo elevado rendimento disponível. A grande percentagem da população com idade inferior a 25 anos aumenta a procura numa ampla gama de bens e produtos de consumo.

Em primeiro lugar, existem três regiões principais comercialmente activas no Reino: a Região Oeste, com a cidade de Jeddah como o principal centro comercial; a Região Central, com a capital Riade; e a Província Oriental, onde se concentra a indústria do gás e petróleo.

Apesar de no haver qualquer exigência de relações de distribuição exclusivas, a política do Ministério do Comércio saudita impõe que esses acordos sejam exclusivos em relação sua região geográfica ou linha de produto. Muitas empresas sauditas são activas em várias linhas de produtos.  

Procedimentos de Acesso ao Mercado

Cooperação económica: Membro da Liga arabe.

Membro do Conselho de Cooperao para os Estados arabes do Golfo. O país também faz parte da area de Livre Comercio arabe Ampliada (GAFTA), um pacto da Liga árabe que entrou em vigor em Janeiro de 2005 e que visa formar uma área de comércio livre árabe.

Barreiras não relacionadas com as pautas aduaneiras:

Apenas as empresas da Arábia Saudita, detidas a 100% por árabes sauditas, estão autorizadas a importar. Os importadores devem obter uma licença do Departamento de Comércio e Indústria e consultar o Ministério adequado consoante a natureza das mercadorias a importar.

  A regulamentação documental necessária para a expedição de mercadorias na Arábia Saudita muito rígida: factura comercial, certificado de origem, conhecimento de embarque (ou conhecimento de embarque aéreo), certificado de seguro (se for uma venda CIF) e certificado de conformidade SASO quando aplicável. Estes documentos devem ser carimbados pelas seguintes organizações: Câmara de Comércio e Indústria do país exportador, Câmara do Comércio "bilateral", Consulado da Arábia Saudita do país exportador.
  Para a fruta, legumes e cereais, necessário um certificado fitossanitário. Para as carnes, necessário um certificado sanitário, que deve ser fornecido pelos serviços veterinários do país exportador, bem como um certificado de abate nos termos dos ritos islâmicos, que fornecido pela Autoridade Islâmica Competente do país exportador. Estes documentos devem ser assinados pela Câmara do Comércio "bilateral" ou pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.
  proibido qualquer tipo de negociação com Israel ou com empresas com ligações comerciais com Israel.

Direitos aduaneiros médios (excluindo produtos agrícolas): 4,85%
Classificação alfandegária : A Arábia Saudita aplica o Sistema Aduaneiro Harmonizado.  
Procedimentos de importação: Visite o website Arabia Saudita para consultar todos os procedimentos e regulamentos de importação.  

Organização do Transporte de Bens

Organização do transporte de bens da origem para o destino e vice-versa:

A Arábia Saudita possui uma infra-estrutura de transportes bem desenvolvida, que inclui principalmente redes áreas, redes rodoviárias e transporte marítimo.

Porém, devido s longas distâncias que separam as principais cidades da Arábia Saudita, viajar de avio constitui o método preferido de viajar dentro do Reino. Existem no Reino três aeroportos internacionais principais e modernos: Aeroporto Internacional Rei Khalid em Riade, Aeroporto Internacional Rei Abdulaziz em Jeddah e Aeroporto Internacional Rei Fahd na Província Oriental. Um grande número de companhias áreas internacionais opera nestes aeroportos. Além disso, existem 22 aeroportos regionais e locais. Disponíveis em todos os aeroportos estão táxis, aluguer de carros e limusinas.

A Arábia Saudita possui ainda uma impressionante rede em expansão de auto-estradas que ligam as principais cidades e regiões do país. A conducao pela via da direita.

Existem sete principais portos modernos nas cidades de Jeddah, Yanbu, Damman, Jubail, Jizan, Rabigh e Dhiba, alguns com as suas próprias unidades comerciais e industriais. Os portos de Jeddah e de Dammam são portos comerciais de ponta. Os portos de Yanbu e Jubail so os principais portos industriais de ponta, com capacidades modernas de carga a granel e de manuseamento de contentores. Ras Tanura, um super terminal petrolífero no Golfo, um dos maiores do mundo.

A rede ferroviária do Reino no está muito bem desenvolvida e est a passar por um programa de expansão.

Empresas de transporte marítimo:
Empresas de transporte ferroviário:

Listas Comerciais Nacionais

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres