Página Inicial  > Tunisia - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Tunisia - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Tunes
Área:: 164 km2
População total:: 10.589
Taxa de crescimento anual:: 0.96%
Densidade:: 65.82/km2
População urbana:: 66%
População de Tunes (2.300), Sfax (265), Nabeul (170), Kairouan (120)
Língua oficial: Na Tunísia, a língua oficial o árabe. O árabe que todos os tunisinos falam nas suas comunicações quotidianas um dialecto apelidado de árabe tunisino.
Outras línguas faladas: 98 % da população fala árabe, o resto fala berbere. O francês também falado pela grande maioria dos tunisinos.
Língua de negócios: A língua inglesa no muito comum. O francês o idioma usado no comércio e para alguns textos administrativos.
Origens étnicas:: 98% árabes, 1% Europeus, Judeus e outros 1%.
Crenças: Muçulmanos: 98%; Cristãos 1%, Judeus 1%
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +216
Sufixo da Internet:: .tn
Tipo de governo::
De acordo com os artigos da Constituição, a Tunísia um estado livre, soberano e independente. A sua religião o Islamismo, o idioma o árabe e o regime uma república. O poder instituído pela Constituição fundamenta-se na soberania do povo e na separação dos poderes. O regime estabelecido um regime republicano.
Tipo de economia::
Economia de médio-baixo rendimento
Uma colónia francesa at 1956 e presentemente com fortes ligações económicas com a União Europeia. Uma economia baseada nos sectores da agricultura, mineração, energia e turismo.

Panorama Económico

Ao longo dos últimos dez anos, a Tunísia conseguiu manter o défice do orçamento num nível razoável. O país apresenta uma taxa média de crescimento anual de cerca de 5%. A Tunísia está entre os chamados países "emergentes" desde 2001. Foram tomadas opções estratégicas por parte do governo, nomeadamente a liberalizacao económica e a abertura progressiva (associação OMC, acordo de associação com a UE), estabilidade macroeconómica (crescimento regular da riqueza nacional e inflação decrescente), uma gesto cuidadosa da divisa nacional e das taxas de câmbio e controlo do défice actual. A taxa de desemprego oficial estabilizou. O défice actual continua a diminuir graças recuperação do equilíbrio comercial e manutenção de transferências por parte de imigrantes, mantendo-se numa percentagem baixa do PIB. O investimento privado caiu ligeiramente devido crise económica internacional. No entanto, o país s foi parcialmente afectado.

Principais Indústrias

Nos últimos anos, a agricultura apresentou uma elevada taxa de crescimento, o que permitiu que o país atingisse um nível satisfatório de segurança alimentar. Proporciona cerca de 11% do PIB e emprega cerca de 25% da fora laboral. Este desempenho consequência do vasto apoio e dos esforços de modernização desenvolvidos no quadro de uma política de desenvolvimento e de regulamentação das actividades agrícolas e rurais. 
 As indústrias no produtoras contabilizam 17% do PIB. As indústrias produtoras, principalmente os têxteis e os alimentos, constituem 20% do PIB.  So principalmente orientadas para a exportacao.
 A economia local está maioritariamente orientada para os serviços, que contabilizam 40% do PIB.

Panorama Geral do Comércio Externo

Em 2007 e 2008, a Tunísia apresentou um défice comercial devido subida do preço do petróleo. No entanto, o défice está a diminuir em 2009. A Tunísia está a prosseguir a sua política de abertura da sua economia e assinou um acordo de associacao (resumo em francês) com a União Europeia que remove taxas aduaneiras e barreiras comerciais para a maioria dos produtos. Também assinou um Acordo-Quadro para o Comercio e o Investimento (TIFA) com os Estados Unidos, que se converter futuramente num acordo de comércio livre.
 Os principais parceiros de importação e de exportacao da Tunísia são a União Europeia, a Líbia e a Rússia. Os principais produtos de exportacao são os têxteis e o couro, produtos mecânicos e eléctricos, produtos da indústria alimentar e energética. O país importa matérias em bruto e se-mi-acabados, equipamentos, bens de consumo (que no alimentos) e serviços financeiros e de seguros.

IDE

Ao longo dos últimos anos assistiu-se a um crescimento considerável dos investimentos directos estrangeiros na Tunísia. Estes representam actualmente 10% dos investimentos produtivos, geram um terão das exportações e 15% do número total de empregos. Contra todas as expectativas, continuaram a crescer em 2008 e chegaram aos 2,3 mil milhões de dólares americanos (um aumento de 54% em relação a 2007). Os principais sectores de investimento são os têxteis, as ciências informáticas, os serviços empresariais, a energia e o turismo. A distribuição sectorial apresenta actualmente uma orientação definitiva para a industrialização.
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres