Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

South Africa - Comprar e vender

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Atrair a Atenção dos Consumidores

Oportunidades de Marketing

Comportamento do consumidor: Os consumidores sul-africanos, em geral, são muito conscientes das marcas. A classe média, em particular, tem bons níveis de consumo, incluindo a nova classe média negra. Estes consumidores procuram bens sofisticados e tendem a reduzir a quantidade que gastam em bens essenciais ou habitação.  

O serviço pós-venda extremamente importante na África do Sul, sobretudo em termos do fornecimento de serviços técnicos e de peças sobresselentes.

Perfil do consumidor: O consumidor sul-africano um consumidor bem informado. Além disso, o dinamismo da economia do país tem resultado num aumento do poder de compra e numa expansão da classe média negra com níveis mais elevados de rendimento disponível.  
Principais agências publicitárias:

Rede de Distribuição

Evolução do sector: Um dos principais fenómenos do desenvolvimento do sector da distribuição da África do Sul tem sido a emergência dos supermercados e dos hipermercados, que vendem grandes quantidades de quase todos os bens de consumo numa base de self-service. Os hipermercados, situados nos centros comerciais suburbanos, quebraram a cadeia de distribuição tradicional ao adquirirem directamente ao fabricante e evitando o grossista, praticando baixas margens de lucro e alcançando um elevado volume de negócios, colocando assim a pressão dos preços em todos os pontos de venda da concorrência.  
Tipos de pontos de venda: Apesar da crescente classe média negra com um rendimento disponível considerável, ainda há diferenças significativas no rendimento na África do Sul com 20% dos agregados familiares a representarem 60%. O grande mercado consumista sul-africano divide-se em duas partes: um mercado de pessoas brancas e algumas pessoas negras afluentes com um elevado poder de compra e um mercado com uma grande maioria de pessoas negras que possuem ainda um poder de compra muito limitado. A maioria da venda a retalho feita pelos centros comerciais, agrupamentos de pequenas lojas, grandes lojas (Stuttafords, Edgars, Woolworths), supermercados (Checkers, Pick' n Pay) e hipermercados (Hyperama e Makro). O comrcio tradicional continua desenvolvido, sobretudo fora dos aglomerados urbanos, mas no representa uma grande quota de mercado, uma vez que se destina quase exclusivamente população pobre.  

Procedimentos de Acesso ao Mercado

Cooperação económica: A África do Sul membro da Uniao Aduaneira da Africa do Sul (SACU).

A África do Sul membro da Comunidade de Desenvolvimento de Africa do Sul (SADC).

A África do Sul assinou também alguns tratados comerciais bilaterais e multilaterais .

Barreiras não relacionadas com as pautas aduaneiras: As licenças de importação são necessárias para um determinado número de produtos (consultar o Programa 1 da Lei de Regulamentos de Controlo da Importação). Estas licenças são entregues s seguintes autoridades (consoante a natureza do produto): Departamento da Agricultura, Departamento dos Assuntos Marítimos, Departamento do Mar e das Pescas, Departamento do Comercio e Industria, Assuntos Energeticos e Departamento da Saúde.
  Alguns produtos estão sujeitos a controlos específicos (Atenção: A lista apresentada abaixo no exaustiva.):
  - necessário um certificado fitossanitário para os vegetais e produtos associados, o qual entregue pelo Ministro da Agricultura do país de origem.
  - necessário um certificado veterinário para a importação de animais vivos e de carne fresca, congelada ou conservada.
  - necessário um certificado de desinfecção para a importação de produtos de l, roupas de algodão, etc.
  - necessário um certificado de inspecção de um instituto reconhecido apenas para os exportadores que exportem pela primeira vez para a África do Sul, no sendo necessário quando j estiver estabelecido um bom relacionamento comercial.
- Pode ser solicitado um certificado de qualidade para os frutos e vegetais.
Direitos aduaneiros médios (excluindo produtos agrícolas): 7,91%. A OMC fornece uma folha que resume as tarifas aduaneiras do pais.
Classificação alfandegária : A África do Sul utiliza um Sistema Harmonizado (SH).  
Procedimentos de importação: As taxas e direitos aduaneiros são geridos pela SARS (South African Revenue Service - Administracao Fiscal da frica do Sul) .

Além do método manual, também se recorre a um sistema electrónico de introdução de dados e de autorizacao para empresas registadas.

Documentos de importação necessários ao despacho aduaneiro: 1. Cópias do Conhecimento de Embarque. 2. Uma declaração do Formulário de Origem DA59. 3. Declaração Aduaneira (DA500). 4. Quatro cópias e um original da Factura Comercial. 5.Uma cópia do certificado de seguro para o frete marítimo. 6.Três cópias da Guia de Remessa.

Website das Alfândegas: Administracao Fiscal da Africa do Sul

Organização do Transporte de Bens

Organização do transporte de bens da origem para o destino e vice-versa: 80% dos transportes de carga na África do Sul são feitos por estrada. Cerca de 7% do Produto Interno Bruto gasto no transporte de carga. Cerca de 69% da tonelagem do transporte de mercadorias por estrada transportada por empresas ou operadores de transportes de carga no âmbito da sua actividade comercial e 29% transportada por empresas transportadoras.  
Empresas de transporte marítimo:
Empresas de transporte aéreo:
Empresas de transporte ferroviário:

Listas Comerciais Nacionais

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres