Página Inicial  > Denmark - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Denmark - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Copenhaga
Área:: 43 km2
População total:: 5.516
Taxa de crescimento anual:: 0.44%
Densidade:: 128.72/km2
População urbana:: 86%
População de Copenhaga (1.150), Arhus (240), Odense (160), Aalborg (100), Esbjerg (70)
Língua oficial: O dinamarqus a língua oficial da Dinamarca, da Gronelndia e das Ilhas Froe. Tanto a Gronelndia como as Ilhas Froe possuem os seus próprios dialectos, os quais são falados pela maioria das pessoas, mas o dinamarquês utilizado para fins oficiais, sendo ensinado nas escolas.
Outras línguas faladas: O inglês segunda língua predominante. Pequenas minorias, sobretudo no sul da Dinamarca, falam alemão.
Língua de negócios: Sim. Os dinamarqueses estão, de uma forma geral, muito habituados a utilizar o inglês, especialmente os empresários e as instituições governamentais.
Origens étnicas:: Escandinavos, inutes, nativos das Ilhas Froe, alemães, turcos, iranianos e somalis
Crenças: Protestantes: 91%; católicos: 2%; outros: 7%.
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +45
Sufixo da Internet:: .dk
Tipo de governo::
A Dinamarca (nome oficial: Reino da Dinamarca) uma monarquia constitucional baseada numa democracia parlamentar.
Tipo de economia::
Economia de alto rendimento, membro da OCDE
Os indicadores económicos são sólidos, mas existe o receio de falta de mo-de-obra.

Panorama Económico

Apôs um forte crescimento em 2004-2006, a economia dinamarquesa abrandou em 2007, principalmente devido subida das taxas de juro e contracção do mercado imobiliário, os quais contribuíram para deprimir os consumidores e, consequentemente, causaram uma reducao do investimento. O país foi fortemente atingido pela crise financeira devido ao seu elevado nível de abertura ao comércio internacional e ao alto nível de financiamento da sua economia. O consumo interno diminuiu significativamente em 2009. O número de empresas falidas literalmente explodiu (mais de 60% no período entre 2008 e 2009), praticamente duplicando a taxa de desemprego durante o mesmo período. 
 A economia da Dinamarca sofre também de uma produtividade relativamente baixa. Os custos com os salários são elevados, mas o número de horas de trabalho baixo e existem muitos adultos activos a receber subsídios de rendimento. As reformas nos últimos anos tiveram como objectivo promover o capital humano e encorajar uma aposentação mais tardia.

Principais Indústrias

O sector agrícola representa apenas cerca de 2% do PIB. No entanto, a Dinamarca tornou-se um dos maiores exportadores de produtos agrícolas. So exportados dois terços da produção agrícola. A maioria do território dinamarquês utilizada para a agricultura e existem mais de 50.000 agricultores na Dinamarca. Praticamente 90% da receita agrícola do país provém da criação de gado.  

 

A Dinamarca possui recursos naturais limitados, um facto que abranda o desenvolvimento da sua indústria pesada. No entanto, o país possui reservas de petróleo e gás suficientes para assegurar a sua independência energética. Os principais sectores de actividade são os seguintes: indústria química e farmacêutica, biotecnologia e serviços (responsáveis por aproximadamente três quartos do PIB). A Dinamarca o maior fabricante mundial de turbinas eólicas e exporta 85% da sua produção.

O sector dos serviços contribui para praticamente três quartos do PNB. No entanto, o país foi fortemente afectado pela crise internacional e o número de empresas que entraram em falência neste sector explodiu em 2008-2009.

Panorama Geral do Comércio Externo

A balança comercial deteriorou-se de forma significativa em 2008, quando uma elevada procura interna gerou um desequilíbrio a favor das importações. Além disso, as receitas das exportações já no iro beneficiar dos elevados preços internacionais do petróleo (a Dinamarca um exportador de petróleo e gás) devido queda significativa dos preços do barril de Brent. Como resultado, a balança comercial e o saldo de conta actual permaneceram negativos em 2009.

IDE

Nos últimos anos, o investimento directo estrangeiro acumulado na Dinamarca aumentou significativamente. Apesar dos efeitos da crise financeira internacional, o país encontra-se na 24. posição a nível mundial em termos de IDE recebido e em 17. lugar relativamente ao IDE acumulado no estrangeiro.
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres