Página Inicial  > Switzerland - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Switzerland - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Berna
Área:: 41 km2
População total:: 7.623
Taxa de crescimento anual:: 0.88%
Densidade:: 188.75/km2
População urbana:: 73%
População de Zurique (1.140), Genebra (500), Basileia (490), Berna (340), Lausanne (310)
Língua oficial: A Sua tem três línguas oficiais: Alemão, francês e italiano e quatro línguas nacionais: Alemão, francês, italiano e romanche.  
Outras línguas faladas: Servo-croata, albanês, português, espanhol, inglês.  
Língua de negócios: Amplamente usado.
Origens étnicas:: Alemães 65%, Franceses 18%, Italianos 10%, Romanches 1%, Outros 6%.  
Crenças: Católicos romanos (41,8%), Protestantes (35,3%), Muçulmanos (4,3%), Ortodoxos (1,8%), Outros Cristãos (0,4%), Outros (1%), No especificados (4,3%), Nenhuma (11,1%) (censo de 2000).  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +41
Sufixo da Internet:: .ch
Tipo de governo::
  República federal baseada numa democracia parlamentar. Confederação de 26 cantes (estados/províncias) que desfrutam de uma razoável descentralização.  
Tipo de economia::
  País bem desenvolvido, economia de alto rendimento.  
  Os serviços financeiros offshore dominam a economia.  

Panorama Económico

  A Sua tem uma economia de mercado muito bem sucedida. O nível de vida, a produtividade industrial, a qualidade do sistema educativo e o sistema de saúde estão entre os mais elevados da Europa.  

Em 2006 e em 2007, a taxa de crescimento do PIB foi bastante elevada. No entanto, o declínio acentuado da actividade económica dever continuar até 2010 devido ao decréscimo do comércio global. Além disso, o país, que sustentou uma grande parte do seu desenvolvimento económico nos serviços financeiros, está altamente dependente da saúde dos mercados bolsistas. Uma lenta recuperação durante 2010 dever ser sustentada pela melhoria gradual das exportações, especialmente para a Ásia Oriental.
  A taxa de desemprego menos de metade da média dos países da União Europeia; no entanto, dever aumentar ligeiramente nos próximos anos (prevê-se que chegue aos 5% em 2010). No respeitante inflação, esta continua controlada. A economia altamente dependente de mo-de-obra estrangeira, que contabiliza aproximadamente 25% da fora laboral.

Considerando a baixa utilização das capacidades e o risco de deflação, as taxas de juro de referência deverão permanecer perto de zero. As novas medidas orçamentais de recuperação iro reduzir o risco de deflação. Para evitar o agravamento do desemprego, o país dever melhorar os incentivos regionais através da empregabilidade e garantindo que existem oportunidades de formação suficientes.

Principais Indústrias

  A agricultura contribui menos de 2% para o PIB e emprega menos de 5% da população activa (apenas 10% da terra adequada para cultivo). Os produtos agrícolas primários são os produtos derivados da criação de gado e produtos lácteos. As autoridades suas concedem vários subsídios directos aos agricultores para o cumprimento de rigorosos critérios ecológicos, como a protecção do solo. A agricultura biológica está em franca expansão. Os recursos minerais são praticamente inexistentes no solo suo.
  A electricidade gerada principalmente em centrais hidroeléctricas e nucleares. A Sua reconhecida a nível mundial pela elevada qualidade dos produtos artesanais que incluem relógios, motores, geradores, turbinas e vários produtos de alta tecnologia. Localizada em Basileia, a indústria química e farmacêutica exporta para todo o mundo.
  Os sectores bem desenvolvidos e globalmente competitivos (como a banca, os seguros, os fretes e transportes) contribuem substancialmente para o desenvolvimento do comércio internacional por toda a Sua. O turismo, que contribui substancialmente para a economia, ajuda a equilibrar o défice comercial da Sua.  

Panorama Geral do Comércio Externo

  A percentagem de comércio estrangeiro no PIB do país superior a 80%. A União Europeia (UE) o maior parceiro comercial da Sua, contabilizando dois terços do comércio estrangeiro. A 1 de Junho de 2002, foram firmados acordos entre a UE e a Sua relativos aos sete principais sectores comerciais. As exportações contabilizam metade do PIB do país. Os dois principais clientes da Sua so os Estados Unidos e a União Europeia.  

IDE

  A Sua um destino atractivo para os investidores estrangeiros devido sua estabilidade económica e política, ao seu sistema legal justo e transparente, as suas amplas e fiáveis infra-estruturas e os seus eficientes mercados de capitais. Além disso, existem muitos incentivos aos cantes (estados) para atrair empresas a estabelecerem operações e investimentos nas suas jurisdições. Alguns cantes chegam a dispensar impostos a novas empresas durante um período que pode ir até dez anos. As principais leis que regulam o investimento estrangeiro na Sua são o Codigo Suo das Obrigacoes, a Lex Friedrich/Koller, a Legislacao dos Valores Mobiliarios e a Lei Cartel. Não há qualquer filtragem do investimento estrangeiro nem preferências sectoriais ou geográficas. O país experienciou um crescimento de mercado em termos de influxo de IDE nos últimos anos. No entanto, devido ao impacto da crise económica, o investimento directo dever diminuir substancialmente nos prximos dois anos.  
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres