Página Inicial  > India - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

India - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Nova Deli
Área:: 3.287 km2
População total:: 1.173.108
Taxa de crescimento anual:: 1.34%
Densidade:: 378.31/km2
População urbana:: 29%
População de Deli (22.400), Mumbai (22.300), Calcut (16.000), Chennai (8.050), Bangalore (7.600), Hyderabad (7.350)
Língua oficial: Hindi (falado por mais de 50% da população do país) e Inglês.
Outras línguas faladas: a Constituição da Índia reconhece 17 idiomas regionais, que incluem o bengali, o guzerate, o ori, o punjabi, o telugu, o kannada, o malaiala e o marathi. Na sua maioria, os Muçulmanos falam urdu.
Língua de negócios: Inglês
Origens étnicas:: Indo-rica 72%, Dravdica 25%, Mongol e Outras 3%
Crenças: Hindus 80,5%, Muçulmanos 13,4%, Cristãos 2,3%, Siques 1,9%, outros 1,8%, no especificados 0,1%.
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +91
Sufixo da Internet:: .in
Tipo de governo::
a ndia um Estado federal republicano baseado na democracia parlamentar.
Tipo de economia::
Economia de baixo rendimento, Mercado Financeiro Emergente
Segunda maior população e maior democracia liberal do mundo. Importância da agricultura e do sector das TI na economia.

Panorama Económico

A Índia está entre as 10 maiores economias do mundo. a taxa média de crescimento do PIB foi de 9,4% no período de 2006/2007. Diminuiu em 2008 e atingiu os 4,5% em 2009. a partir de 2010, o crescimento deve voltar a subir.  

Apesar da crise económica, a procura interna permaneceu sólida. Isto dever permitir ao país reduzir o seu défice comercial, que ainda se encontra quase em 5 mil milhões de dólares porque o país está altamente dependente de produtos petrolíferos importados. Com uma taxa superior a 6% em relação ao ano transacto, a Índia enfrenta um surto de inflação devido principalmente ao aumento dos preços dos alimentos. a situação das finanças públicas também preocupante, com um défice de cerca de 4,5% do PIB. a Índia continua a ser um país pobre, com 25% da sua população ainda a viver abaixo do limiar da pobreza.

Principais Indústrias

A Índia a quarta potência agrícola do mundo. a agricultura contribui com cerca de 20% do PIB e emprega cerca de dois terços da população activa.  

O carvão a principal fonte de energia do país (a Índia o terceiro maior produtor mundial de carvão). Na indústria transformadora, o sector têxtil desempenha um papel predominante. Em termos de dimensão, a indústria química o segundo maior sector industrial (12% do PIB).

O sector dos serviços a parte mais dinâmica da economia indiana, tanto em termos de potencial de emprego como da contribuição para o rendimento nacional. O sector do software, que se encontra em franco crescimento, fez disparar a exportacao de serviços e está a modernizar a economia indiana.

Panorama Geral do Comércio Externo

A Índia foi um Estado proteccionista durante muito tempo, mas, desde o início da década de 90, o país tem vindo gradualmente a tornar-se mais aberto a intercâmbios internacionais. Em 2008, a Índia foi o 26 maior exportador e o 16 maior importador a nível mundial. a Índia apresenta um forte défice da balança comercial, causado pelo aumento dos preços das matérias-primas, o que torna as importações mais dispendiosas. Quanto s exportações, o aumento mais lento devido valorização da rupia em relação ao dólar (a maior parte das exportações são feitas em dólares) e reducao da procura global.
 O governo indiano reduziu os direitos aduaneiros e as outras barreiras no tarifárias em todos os sectores. Todavia, a agricultura, os seguros e o retalho ainda são largamente protegidos.

IDE

Graças aos seus pontos fortes, que incluem um elevado grau de especialização dos serviços, uma mo-de-obra qualificada e económica e um mercado potencial de mil milhões de habitantes, a Índia um país que recebe cada vez mais investimento estrangeiro. O fluxo de IDE na Índia registou um recorde de 45 mil milhões de dólares em 2007.
 No contexto da crise económica global, os investidores estrangeiros têm procurado limitar a sua exposição nos mercados emergentes. Como resultado, o IDE alcançou menos de 20 mil milhões de dólares em 2008/2009.
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres