Página Inicial  > Sweden - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Sweden - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Estocolmo
Área:: 450 km2
População total:: 9.074
Taxa de crescimento anual:: 0.74%
Densidade:: 22.29/km2
População urbana:: 84%
População de Estocolmo (1.970), Gutemburgo (510), Malmo (260), Uppsala (130), Vsters (110)
Língua oficial: Sueco.
Outras línguas faladas: Os idiomas minoritários reconhecidos são: sami, finlandês, menkieli, yiddish e romeno.  
Língua de negócios: O sueco e o inglês são usados nos negócios; o alemão falado nos hotéis e lojas.  
Origens étnicas:: 90% Suecos, 3% Finlandeses, 7% Outros.
Crenças: 80% Evangélico-Luteranos. So reconhecidas 8 religiões, além da Igreja da Suécia.  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +46
Sufixo da Internet:: .se
Tipo de governo::
  O Reino da Suécia uma monarquia constitucional baseada numa democracia parlamentar.  
Tipo de economia::
Economia de alto rendimento, membro da OCDE
  A Suécia considerada uma das sociedades pós-industriais mais desenvolvidas. O nível mais elevado de tributação do mundo; uma economia baseada no sector da alta tecnologia.  

Panorama Económico

  A Suécia tem um dos mais altos padres de vida do mundo. O país depende em grande medida do comércio internacional e tem um sector industrial muito desenvolvido. Depois de uma subida em 2007, o crescimento da economia sueca desabou em 2008, devido essencialmente ao abrandamento do crescimento das exportações atribuído deterioração do ambiente económico internacional. Em 2009, a procura interna continuou a cair e o país entrou numa recesso.
  A economia sueca está actualmente numa fase de contracção mais pronunciada do que a que ocorreu durante a crise bancária nacional no início da década de 1990. A produção caiu acentuadamente em 2009 e o desemprego tornou-se actualmente a praga sueca, registando uma das maiores taxas da Europa.
  A descida do PIB implicar uma lacuna de produção considerável, para que a inflação subjacente seja reduzida mesmo com a retoma do crescimento. A política monetária foi facilitada, mas no estão previstas quaisquer medidas para reduzir as taxas de mercado. As reacções orçamentais automáticas e discricionário manterão o nível de procura e medidas adicionais poderiam contribuir para controlar o aumento da taxa de desemprego.  

Principais Indústrias

  A agricultura representa menos de 2% do PIB. Os principais produtos agrícolas são cereais, produtos lácteos, carne, madeira e batatas. O país rico em recursos naturais: florestas, ferro, chumbo, cobre, zinco e energia hidroeléctrica.
  O sector industrial contribui com cerca de um terço do PIB. caracterizado por grupos como Volvo, Saab, Ericsson, ABB, AstraZeneca, Electrolux, Ikea, H&M, etc. As principais actividades da indústria transformadora da Suécia são o processamento de madeira, papel, equipamento electrónico, processamento industrial de alimentos, produtos farmacêuticos, etc. Os novos sectores da tecnologia e biotecnologia têm uma grande relevância na economia.
  O sector terciário contribui com mais de dois terços do PIB e caracterizado por telecomunicações e equipamento de TI.  

Panorama Geral do Comércio Externo

  A Suécia um país muito aberto ao comércio internacional. De acordo com as estatísticas oficiais suecas, a progresso do comércio de mercadorias e serviços continua elevada na Suécia, apesar de ter decrescido consideravelmente em 2008 e provavelmente seguir esta tendência em 2009. A EU está a reforçar o seu posicionamento como parceiro principal. Em geral, metade das exportações são destinadas UE e a maioria das importações provem da mesma. O comércio com os países Bálticos vizinhos e a Rússia tem aumentado rapidamente. As exportações para a China e a índia apresentam uma queda substancial. O comércio de veículos motorizados e de metais muito dinâmico. O governo apoia a actividade das empresas suecas em mercados estratégicos. Prevê-se que o balanço comercial da Suécia está mantenha um excedente apesar de ter sido afectado pela diminuição do comércio internacional causada pelos efeitos da crise financeira.  

IDE

  O influxo de IDE na Suécia diminuiu em 2008 e 2009. Contudo, o país continua a ser altamente atraente para os investidores estrangeiros devido sua mo-de-obra multilingue e altamente qualificada e ao seu poder de compra per capita muito elevado. O país apenas precedido pela Irlanda, Bélgica e Hong Kong em termos de influxo de IDE per capita.  

 

O governo comprometeu-se a garantir o apoio para os investimentos por intermédio dos sectores em expansão (biotecnologias e processamento de alimentos), assim como os mercados em rápido crescimento (países bálticos, índia, Brasil, etc.). Há lacunas na área do processamento de alimentos, assim como nos sectores da habitação e decoração de interiores.

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres