Página Inicial  > Senegal - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Senegal - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Dakar
Área:: 197 km2
População total:: 14.086
Taxa de crescimento anual:: 2.77%
Densidade:: 64.46/km2
População urbana:: 42%
População de Dakar (2.625), Touba Mosquee (530), Thies (260), Kaolack (190), Mbour (180)
Língua oficial: Francês  
Outras línguas faladas: O wolof para a maioria das pessoas, mas existe também o dioula, o popular, o malink e o mandingue. O wolof falado e entendido pela maioria dos senegaleses. Existem muitos dialectos (pelo menos 50; 15 dos quais falados por mais de 15.000 pessoas). de salientar que, como muitos dos grupos étnicos são essencialmente muçulmanos, os wolofs e os mandingues utilizam as saudações árabes.  
Língua de negócios: Francês e wolof  
Origens étnicas:: Wolofs (43%), halpulaar (24%), sereres (15%), dioulas (5%), mandingues (4%)
Crenças: As religies no Senegal são principalmente o islamismo (94%), o cristianismo (5%) e o animismo (1%).  
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +221
Sufixo da Internet:: .sn
Tipo de governo::
Estado republicano baseado em democracia parlamentar, com governo presidencial.
Tipo de economia::
  Economia de baixo rendimento. País em desenvolvimento  
  Muito poucos recursos naturais. A pesca e o turismo são os principais sectores de actividade.  

Panorama Económico

  O Senegal, com um PIB per capita de 1.066 dólares americanos (USD) vem tendo, desde h bastante tempo, uma das mais altas taxas de crescimentos da UEMOA (União Económica Monetária da África Ocidental - website em francês). No entanto, mantém a classificacao de país subdesenvolvido (Less Develop Country, LDC) com quase 50% da população a viver abaixo do limiar da pobreza. As reformas estruturais têm conduzido a importantes mudanças no ambiente económico do Senegal, incluindo a privatização de empresas públicas, nas áreas da agricultura e infra-estrutura.  

 

Com excepção do sector agrícola, o crescimento abrandou em 2008. Em 2009, os efeitos da crise económica global começaram a manifestar-se na economia senegalesa, com uma queda nas remessas de trabalhadores emigrantes (8% do PIB em 2008) e com a reducao das exportações e do IDE. De acordo com um relatório do FMI, o sector da banca senegalês, isento de quaisquer bens tóxicos, no foi directamente afectado pela crise global. No entanto, os efeitos da crise podem ter um efeito indirecto, nomeadamente na qualidade dos empréstimos. De acordo com um relatório do FMI, as autoridades senegalesas conseguiram corrigir excessos orçamentais e retomar o seu programa económico. O país está agora mais bem preparado para enfrentar os efeitos da crise económica internacional.

Principais Indústrias

  O principal sector emprega 77% da população activa e contribui com cerca de 15% para o PIB. A agricultura senegalesa caracterizada por ser altamente vulnerável a adversidades climáticas e pragas de gafanhotos. As principais colheitas no Senegal são amendoim, feijão-frade, mandioca, melancia, milho paino, arroz e milho.  O país relativamente pobre em recursos naturais.  

 

Os sectores secundários contribuem aproximadamente para um quarto do PIB. Baseia-se na produção de fertilizantes e ácido fosfórico destinados índia, processamento de amendoim (leo e araes para gado) e marisco (apesar do progressivo esgotamento deste recurso natural). Este sector teve um crescimento negativo em 2008.

O sector terciário contribui para 60% do PIB. Beneficia da excelência das infra-estruturas de telecomunicações, que favorece investimentos em teleservicos e na Internet.

Panorama Geral do Comércio Externo

  O comércio externo contribui para cerca de 70% do PIB do Senegal.  

 

As importações representam 47% do PIB. Os principais fornecedores do país são: França, Nigéria, Tailândia, China e Reino Unido. O Senegal importa principalmente combustíveis minerais, petróleo, cereais, maquinaria e veículos.

A exportacao de bens e serviços representa 25% do PIB. Os principais clientes do Senegal são: Mali, índia, França, Gâmbia e Guiné. As principais mercadorias exportadas são: combustíveis minerais, petróleo, produtos marinhos, produtos químicos inorgânicos, sal, enxofre e veículos.

De h alguns anos para c, a China está a tornar-se um importante parceiro do Senegal, tal como se constatou nas cimeiras China-África.

IDE

  O Senegal tem uma política pro-activa relativamente ao IDE. Nos finais dos anos 90, houve um enorme afluxo de IDE na direcção do Senegal. Nos últimos anos, o IDE tem-se mantido em cerca de 60 milhões de dólares americanos por ano, depois de uma brusca queda no início do milénio. O IDE Francês foi historicamente o mais significativo, mas começou a diminuir nos finais dos anos 90.  
Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres