Página Inicial  > Brazil - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Brazil - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Braslia
Área:: 8.515 km2
População total:: 201.103
Taxa de crescimento anual:: 1.20%
Densidade:: 22.65/km2
População urbana:: 85%
População de São Paulo (21.000), Rio de Janeiro (12.500), Salvador (3.650), Fortaleza (3.650), Belo Horizonte (5.850), Brasília (3.875)
Língua oficial: Português
Outras línguas faladas: O espanhol compreendido em geral pelos brasileiros. O francês ainda falado na elite universitária, devido tradição de ser a "língua da cultura".
Língua de negócios: Português e espanhol; o inglês no muito utilizado.
Origens étnicas:: De acordo com o censo de 2000, 53,7% da população brasileira era branca, 38,5% de origens étnicas mistas, 6,2% negra e 0,9% pertencia a outras minorias étnicas (indianos, árabes, japoneses), com 0,7% de nenhuma categoria em particular.
Crenças: Apesar da grande tradição católica, a liberdade religiosa tem sido reconhecida e praticada há várias décadas. As religiões de origem africana foram legalizadas nos anos 50 do século XX e muitas igrejas neopentecostais têm surgido desde o fim dos anos oitenta.
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 00
Para fazer um telefonema para: +55
Sufixo da Internet:: .br
Tipo de governo::
O país uma república federal baseada na democracia parlamentar. A constituição brasileira concede amplos poderes ao governo.
Tipo de economia::
Economia de médio-alto rendimento, Mercado Financeiro Emergente
3 maior dívida externa; produtor líder mundial de açúcar e café.

Panorama Económico

O Brasil uma das dez maiores potências económicas do mundo. As políticas fiscal e monetária, dirigidas de forma cautelosa pelo Presidente Lula, juntamente com as necessárias reformas macroeconómicas (contínuas desde o novo mandato que teve início em Janeiro de 2007), restauraram a confiança neste mercado que possui bases sólidas, apesar de terem sido afectadas pela crise económica global. Aos olhos dos observadores internacionais, a economia brasileira está claramente a progredir e está cada vez menos vulnerável, como foi provado pela sua resistência crise global.  Para além disso, a taxa de desemprego está constantemente a descer. Porém, a dívida do Estado (na sua maioria doméstica) ainda elevada, cerca de 45% do PIB. Graças a um excedente comercial, a quantidade de reservas iguala agora a dívida externa no ponto máximo de 190 mil milhões de dólares. O índice de preços no consumidor deve aumentar ligeiramente durante este ano e seguir a tendência descendente novamente em 2010.

Principais Indústrias

O Brasil possui abundantes recursos naturais e a sua economia relativamente diversificada.
 Uma grande potência agrícola, o Brasil um dos produtores líderes de soja e o produtor líder mundial de café, cana-de-açúcar e laranjas. Atrai também muitos grupos mundiais na indústria alimentar e dos combustíveis biológicos. O Brasil possui as maiores manadas de criação de gado comercial do mundo. No entanto, o contributo da agricultura para o PIB relativamente pequeno. A floreste cobre metade do país, com a maior floresta ombrfila do mundo situada na Bacia do Rio Amazonas.
 O Brasil também um grande país industrial. Beneficia da sua riqueza mineral e o segundo exportador mundial de ferro e um dos maiores produtores de alumínio. O país está a afirmar-se cada vez mais nos sectores do têxtil, da aeronáutica, da farmácia, do automóvel, do ao e da indústria química. A maior parte dos grandes fabricantes automóveis instalou as suas unidades de produção no país. O sector industrial contribui com cerca de um terço do PIB, sendo que o sector terciário representa quase dois terços do PIB.

Panorama Geral do Comércio Externo

O Brasil está entre os 20 maiores exportadores do mundo. Porém, o país possui ainda um enorme potencial económico. Os principais parceiros comerciais do país são o Mercosur (Mercado Sul Americano Comum que engloba a Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai - website em espanhol e português), os Estados Unidos e a China. Em 2008, o Brasil registou um défice comercial pela primeira vez desde 2002, devido acentuada apreciação do real face ao dólar, o que tornou os produtos estrangeiros mais baratos. Está previsto que a balança comercial no vai estabilizar até 2010.

IDE

Em 2008, o Brasil quebrou o seu recorde de atractividade do IDE. Além disso, tornou-se o 4 investidor internacional entre os países emergentes e o 1 na América Latina. A atractividade do país para os investidores internacionais deve-se a diferentes factores:
 - Um mercado de cerca de 200 milhões de habitantes;
 - Uma economia em expansão;
 - Acesso fácil a matérias-primas; e
- Uma economia diversificada.

Além disso, houve um progresso inegável no plano da redução da pobreza e da desigualdade de rendimentos no Brasil, em larga medida por causa das medidas implementadas nos últimos quinze anos.

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres