Página Inicial  > Colombia - Panorama
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Colombia - Panorama

Contents extracted from the comprehensive atlas of international trade by Export Entreprises

Introdução

Capital:: Bogot D.C. (Distrito Capital)
Área:: 1.142 km2
População total:: 44.205
Taxa de crescimento anual:: 1.25%
Densidade:: 39.65/km2
População urbana:: 74%
População de Bogot (8.250), Medelln (3.400), Cali (2.700), Barranquilla (1.800), Bucaramanga (1.050)
Língua oficial: Espanhol.
Outras línguas faladas: Ainda existem aproximadamente 60 dialectos ameríndios na Colômbia, bem como o palenquero, o qual falado pelos indivíduos de ascendência africana da região de Palenque.
Língua de negócios: Espanhol e inglês.
Origens étnicas:: 64% de origem étnica mista, 11% de afro-colombianos, 20% de caucasianos e 3% de ameríndios.
Crenças: Católicos: 95,2%; outros: 4,8%.
Indicativos telefónicos:
Para fazer um telefonema de: 005, 007 ou 009
Para fazer um telefonema para: Para efectuar uma chamada para um telefone fixo: marque o indicativo +57, o código regional e, em seguida, o número de telefone de 7 dígitos. Para efectuar uma chamada para um telemóvel: marque o indicativo +57 e, em seguida, o número de telemóvel.
Sufixo da Internet:: .co
Tipo de governo::
República baseada numa democracia parlamentar.
Tipo de economia::
Economia de médio-baixo rendimento, Mercado Financeiro Emergente
País rico em recursos minerais; a economia paralela muito activa.

Panorama Económico

Apôs dois anos consecutivos com uma taxa de crescimento superior a 6%, a Colômbia apresentou um crescimento de apenas 2,5% em 2008.  

Tal como noutros países latino-americanos, a crise económica global teve um forte impacto na economia colombiana. As principais consequências da crise na economia foram a redução da entrada de capital no país, a rarefacção do crédito internacional, a queda dos preços das matérias-primas exportadas, o aumento do défice comercial e a desvalorização da moeda local em relação ao dólar americano.  A nível nacional, tiveram lugar diversos protestos dos sindicatos, bem como várias movimentações sociais, exigindo melhores condições de vida e trabalho.

O Governo tomou medidas para salvar as finanças públicas, sobretudo impondo restrições nos empréstimos bancários e mantendo a estabilidade dos indicadores macroeconómicos.

O desemprego subiu para 11,3% e mais de metade dos colombianos continua a trabalhar sem contrato. O poder de compra colombiano diminuiu e o custo de vida aumentou 7,5%.

Principais Indústrias

A agricultura representa 9% do PIB e emprega 22% da população activa. Devido ao clima e topografia, a agricultura extensa e muito variada, sendo responsável por 75% das receitas das exportações. Os principais produtos agrícolas da Colômbia consistem em café, bananas, flores, algodão, cana-de-açúcar, gado, arroz e milho. A terra cultivada no chega a ocupar 8% da superfície total do país. Os recursos naturais do país incluem carvão, petróleo, gás natural, ferro, níquel e ouro.  

 

A indústria representa cerca de 40% do PIB e emprega praticamente 20% da população. As principais indústrias da Colômbia consistem na indústria têxtil, de produtos químicos, metalúrgica, cimenteira, de contentores de cartão, de resinas plásticas e de bebidas.

O principal sector económico da Colômbia o sector dos serviços, o qual representa mais de 50% do PIB e emprega cerca de 60% da população activa.

Panorama Geral do Comércio Externo

A Colômbia assinou acordos comerciais (website apenas em espanhol) com o Chile, os países da CAN (Comunidade Andina), os países do MERCOSUL (website em espanhol ou português), os países da América Central e das Caraíbas e a União Europeia. Além disso, também assinou tratados de comercio livre (website apenas em espanhol) com o Chile, a Guatemala, as Honduras, El Salvador, o Canadá, o México, a Sua, a Noruega, a Islândia, o Liechtenstein e os Estados Unidos.
 As exportações da Colômbia ascenderam a 38,5 mil milhões de dólares americanos em 2008. O país exportou principalmente petróleo, carvão, café, flores, produtos têxteis, ferronquel, bananas e produtos qumicos. Os seus principais clientes são os Estados Unidos, a Venezuela e o Chile.
 Em 2008, as importações ascenderam a 37,5 mil milhões de dólares americanos. As mesmas consistiram sobretudo em maquinaria e equipamento de produção, cereais, produtos químicos, equipamento de transporte e equipamento eléctrico e electrónico. Os principais parceiros ao nível das importações são os Estados Unidos, a China, o México e o Brasil.

IDE

Os investidores estrangeiros estão muito presentes na Colômbia, apesar da crise económica global. A melhoria das condições de segurança nos últimos anos contribuiu para restabelecer a confiança dos investidores. O IDE incide principalmente nos sectores da extracção mineira e dos hidrocarbonetos. No entanto, nos últimos anos, observou-se uma diversificação da aplicação do IDE. Em 2008, 46% dos investimentos foram efectuados noutros sectores.  

As negociações para assinar acordos de comércio livre nas quais a Colômbia participou e o estabelecimento de zonas de comércio livre especiais contribuem para melhorar a atractividade do país.

Copyright © 2016 Export Entreprises SA, Inc. All Rights Reserved.
 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres