Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico

Outras traduções

Modelo de comunicado de imprensa de comentário

Adapted from content excerpted from the American Express® OPEN Small Business Network



Contacto:
Buck Johannsen
The Green Way
(212) 555-5600


Nova York As empresas da cidade devem se preparar
para as normas comerciais de reciclagem

Conformidade com a lei local 87 pode realmente economizar o dinheiro de propriedades, diz a consultoria em reciclagem The Green Way

  NOVA YORK, N.Y.; 15 de Agosto de 1993 - As empresas da cidade de Nova York terão de enfrentar uma nova série de normas comerciais de reciclagem, em vigor a partir de 30 de Setembro, e devem estar preparadas para instituir programas agressivos para cumprir a nova lei, frisa a The Green Way, Inc., uma consultoria em reciclagem líder de mercado, com sede na cidade de Nova York.

Contudo, empresas que já dispõem de programas de reciclagem completos poderão, efectivamente, reduzir os seus custos com a remoção de lixo, devido à queda no volume de lixo resultante, segundo a The Green Way.

Com a lei local 87, que entrará em vigor em 30 de Setembro, os imóveis comerciais da cidade de Nova York terão que separar certos itens do seu lixo para reciclagem. A lei abrange todos os imóveis que utilizam depósitos privados, inclusive estabelecimentos de comida e bebidas (fast foods, restaurantes, bares, cafés etc.) e outras empresas, bem como alguns imóveis residenciais.

Os estabelecimentos de comida e bebidas terão de separar contentores de vidro e metal; garrafas e recipientes plásticos; produtos de folhas metálicas e papelão ondulado. Outras empresas terão de separar papéis boreal de alta qualidade, jornais, revistas, catálogos, cadernetas telefónicas, papelão ondulado e, nalguns casos, produtos têxteis.

"Separação e reciclagem de lixo não tem de ser uma tarefa penosa para as empresas", observa Harris Brockley, presidente da The Green Way. "Na verdade, nós encorajamos as empresas a ir mais além e instituir programas de reciclagem completos. Propriedades que já fazem isso não só já cumprem a nova lei, como são capazes de melhorar seus custos na linha de lucro/prejuízo, devido às taxas de depósito mais baixas."

A The Green Way publicou recentemente um artigo detalhando as novas normas e suas implicações em diferentes tipos de negócio, inclusive edifícios de escritórios, hotéis e lojas de departamentos.

Edifícios de escritórios têm uma variedade de opções disponível. Uma vez separados vidro, metal e plástico, há várias alternativas para resíduos secos de papel, afirma o artigo da The Green Way.

Um programa de reciclagem completo exigiria que o edifício separasse cada artigo designado do lixo comum. Normalmente, isso requer a distribuição de receptáculos pelos andares arrendados para recoher o papel boreal; outros receptáculos para jornais, revistas, catálogos e cadernetas telefónicas; e a implementação de sistemas que garantam que o papelão seja mantido separado do lixo. Esses artigos devem, então, ser armazenados separados uns dos outros e do lixo comum e serem vendidos para uma empresa de reciclagem. Locatários e o pessoal dos escritórios terão que ser totalmente treinados e monitorizados.

Um programa de reciclagem completo é mais eficaz e mais eficiente em termos de custo, em particular em grandes edifícios. Muitos clientes da The Green Way que implementaram esses sistemas de separação conseguiram reduzir as suas taxas de remoção de lixo devido à queda no volume normal do lixo. Por exemplo, a The Figgis Co., uma das maiores imobiliárias da cidade de Nova York, obteve uma redução de mais de 30% em suas taxas de remoção, segundo a The Green Way.

Os edifícios podem implementar um programa de reciclagem misto (uma versão reduzida do programa completo) e, ainda assim, estar em conformidade com as novas normas. Acarreta a distribuição de receptáculos em todos os espaços arrendados para recolher todos os tipos de papel especificados misturados. Esses artigos devem, então, ser embalados separadamente do resto do lixo e do lixo húmido, para serem removidos pela recolha do lixo separadamente. Porém, como recicláveis misturados não valem muito, essa opção, muitas vezes, não influencia nos custos da recolha, observa a The Green Way.

Voltar aos modelos de comunicado de imprensa

Copyright © 1995-2016, American Express Company. All Rights Reserved.

 Partilhar  Versão para impressão  Correio Electrónico
ComentáriosAvaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas abaixo para avaliar este item
   Os comentários serão truncados para 1000 carácteres